Podcast Justificando discute se o STF está sendo ativista ao julgar o Inquérito das Fake News – Justificando
Podcast Justificando discute se o STF está sendo ativista ao julgar o Inquérito das Fake News – Justificando

Podcast Justificando #59

 

Diante do caos no Governo Bolsonaro, o STF toma frente no julgamento do inquérito das fake news que acaba por emparedar aliados do presidente da república. A atuação do STF divide juristas progressistas, que por um lado acusa o Supremo de desrespeitar princípios processuais penais e por outro defende a sua forma de julgar. Afinal, a corte está sendo ativista na forma de processar e julgar os possíveis crimes de bolsonaristas?

 

Para discutir essa questão chamamos para o nosso Podcast Justificando, Maíra Zapater, advogada, professora da FGV, professora da Universidade Federal de São Paulo. Doutora em Direitos Humanos pela USP. Especialista em Direito Penal e Processual Penal pela Escola Superior do MP. Participou também nesse episódio especial o advogado Antônio Carlos de Almeida Castro. Kakay, como é conhecido nos bastidores advogou em diversos casos importantes nos últimos anos. Com atuações na Lava-Jato, sustentações no Supremo, já foi advogado de ACM, José Dirceu, Roseana Sarney, Duda Mendonça, Aécio Neves dentre diversos outros políticos e personalidades. Certamente um dos maiores advogados criminalistas do Brasil.

 

Margarete Pedroso nos deu a honra de somar neste bate-papo como colunista do Justificando . O programa é apresentado por André Zanardo, diretor de redação do Justificando e Mariana Boujikian.

 

Nosso podcast está disponível para ser escutado em diversos players de podcasts. Caso prefira, escute imediatamente aqui no seu Webplayer:

Distribuição: Spotify, Apple Itunes, Youtube, TuneIn, Stitcher

Apresentação: André Zanardo e Mariana Boujikian

Colunistas: Marcelo Semer, Márcio Sotelo Felippe, Margarete Pedroso, Anna Serrano, Márcia Semer, Patrick Mariano, Rubens Casara e Giane Álvares.

Fonte: www.justificando.com/2020/06/28/podcast-justificando-discute-se-o-stf-esta-sendo-ativista-ao-julgar-o-inquerito-das-fake-news