Foto:Reprodução

Com jeito de gente simples, gestos contidos, palavra fácil burilada nos dois mandatos de deputado federal e como pastor da Assembleia de Deus (ADET), o novo ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Ronaldo Fonseca, é conhecido pelas roupas de bom corte. Não é para menos. Ele tem orgulho da primeira profissão: alfaiate.

O ministro, hoje, só exerce o ofício para ele próprio ou para surpreender alguém da família. Temer nem sabe, mas, ao nomear o novo ministro, deu ao Planalto um ilustre alfaiate. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, Diário do Poder.

Filho de metalúrgico e com 7 irmãos, Ronaldo começou a trabalhar aos 13 anos, como ajudante de alfaiataria. Ficou na profissão até os 23.

Ronaldo Fonseca é uma espécie de “prefeito” do Planalto. E faz contas com o rigor de quem já teve de contar tostões para ganhar a vida.

O novo secretário-geral do Planalto não usa jatinhos da FAB em suas viagens particulares, ao contrário dos colegas. Prefere voos de carreira.

 

FONTE : AGENDA CAPITAL