Santa Luzia, na Estrutural, tem 1,5 mil barracos em locais inadequados.Ceilândia tem 789 imóveis em áreas de risco e São Sebastião, 350.

A Defesa Civil mapeou todo o Distrito Federal e identificou 4.960 mil casas em 36 áreas consideradas de risco. O levantamento foi concluído após quatro anos de trabalho. A Chácara Santa Luzia, na Estrutural, é a região mais crítica, com 1,5 mil barracos construídos em locais inadequados, feitos de madeira. A maior parte dos locais considerados vulneráveis está em áreas ocupadas de maneira desordenada, segundo o órgão. Ceilândia ocupa o segundo lugar, com 789 casas em áreas de risco. Na sequência aparecem  São Sebastião, com 350 imóveis, Arniqueiras, em Águas Claras, com 330, e Fercal, com 300. Vicente Pires e Recanto das Emas têm 250 imóveis. Na época de chuvas, a Defesa Civil aumenta o monitoramento nestes locais e pede que moradores redobrem os cuidados. “É um período perigosíssimo. As pessoas têm que tomar cautela, orientar as crianças, não permitir idosos transitando pelas ruas”, diz o subsecretário da Defesa Civil, coronel Sérgio Bezerra.”São muitas famílias que estão em risco. A gente observa o comportamento do solo, da estrutura. Isso exige uma demanda, uma continuidade de observação das nossas equipes.” Do G1 DF

Fonte: www.estruturalonline.com/2015/10/df-tem-49-mil-casas-em-36-areas-de.html