ANÚNCIO

Os evangélicos da Califórnia decidiram reagir ao governador do estado e passaram a se reunir ao ar livre para cultuar a Deus. Gavin Newsom, do Partido Democrata, inicialmente havia proibido os louvores durante as celebrações nos templos, mas posteriormente determinou que as igrejas fossem fechadas.

ANÚNCIO

Um grupo de fiéis integrantes do movimento Hold The Line (“Segure a onda”, em tradução livre) organizaram um culto ao ar livre, apesar de a Califórnia ter se tornado o novo foco da pandemia de Covid-19 nos Estados Unidos, juntamente com os estados do Texas e Flórida.

O movimento dos evangélicos é liderado pelo cantor Sean Feucht, líder de louvor na Bethel Church. Os fiéis se reúnem em locais públicos, com cartazes que dizem “Deixem-nos adorar”, e as reuniões em geral lotam. Chama atenção o fato de que a esmagadora maioria opta por não usar máscaras.

“Gavin Newsom está emitindo uma ordem para encerrar todos os cultos da igreja em toda a Califórnia! Que movimento tirânico e drástica rasteira do governo em nossas liberdades religiosas”, escreveu o cantor Sean Feucht em sua conta no Twitter na última segunda-feira, 13 de julho.

ANÚNCIO

A manifestação se deu após o decreto que proibiu as reuniões nos templos. A insatisfação entre evangélicos apenas cresceu, já que uma determinação anterior proibia os fiéis de louvarem durante os cultos nos templos.

ANÚNCIO

Após o tweet, o cantor, que lidera o movimento que visa conscientizar os jovens evangélicos a respeito do que acontece na política do país e como isso impacta sua rotina, promoveu cultos ao ar livre na ponte Golden Gate, um dos cartões-postais de São Francisco, e em algumas praias da região.

“Eu acredito que estamos a beira de um novo grande movimento de cristãos nos EUA”, escreveu ele, em outra publicação no Twitter.

De acordo com informações do portal Revista Fórum, um em cada cinco novos casos do coronavírus no mundo são registrados nos estados da Califórnia, Texas e Flórida. Os Estados Unidos são o país com maior número de mortos na somatória geral, com mais de 137 mil vítimas fatais, e também o líder de contaminação, com quase 3,5 milhões de infectados comprovados.

ANÚNCIO

Newsom, ao anunciar o fechamento das igrejas, viu a Califórnia registrar outros 8.358 casos de contaminação por coronavírus em 24 horas. O estado tem mais de 329 mil casos positivos da doença, sendo que o número de californianos que morreram por conta da Covid-19 já superou a casa de sete mil.

ANÚNCIO

A Gideon’s army of 300 showed up STRONG on the Golden Gate Bridge last night to worship and SINGGGGG their hearts out!!

Huntington Beach: You got next. 🙌🏼#LetUsWorship #HoldTheLine pic.twitter.com/OqWYwpEYb2

— Sean Feucht (@seanfeucht) July 10, 2020

Over 1000 people showed up on the beach in Orange County to worship and pray over California.

Dozens surrendered their lives to Jesus and were baptized tonight!

😭🙏🏽🔥📣 pic.twitter.com/w3OkgOtuFe

— Sean Feucht (@seanfeucht) July 11, 2020

Fonte: noticias.gospelmais.com.br/governador-manda-fechar-igrejas-mas-fieis-se-reunem-para-cultuar-ao-ar-livre.html

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here