ANÚNCIO

A ex-modelo e escritora Andressa Urach decidiu se lançar como cantora, e afirmou que pretende fazer um contraponto às artistas que banalizam o corpo feminino e relativizam a pornografia.

ANÚNCIO

A ideia da ex-modelo é mostrar o grau de nocividade que as músicas populares contemporâneas carregam consigo, e para tanto, vai se arriscar cantando uma letra que foi composta para expor justamente o que ela vê como incentivo à pornografia e prostituição.

“Não sou cantora, mas ao ver esse crime que está acontecendo com a música brasileira pedi a ajuda da minha amiga e compositora talentosa Elisa Hares e ao meu amigo produtor musical Rafael Oliveira para fazer uma música que tenha conteúdo e qualidade na letra e assim poder ajudar a educar essa geração dos dias de hoje”, disse Andressa Urach em entrevista à revista Quem.

Atualmente conduzindo um projeto que narra testemunhos de ex-garotas de programa, a escritora expressou tristeza com a contribuição negativa que a música brasileira dá na deformação de valores e caracteres: “As que se dizem cantoras, incentivam cada vez mais a prostituição e pornografia nas redes sociais e músicas. É deprimente ao ver elas explicitamente induzirem crianças e jovens a se prostituírem, com suas letras e danças pornográficas!”, opinou.

ANÚNCIO

Andressa Urach considera que as cantoras fazem o mesmo que ela costumava fazer: “Tudo pela fama”. Ela, que já foi integrante do reality show A Fazenda, da Record TV, disse que hoje ela luta para que as pessoas não sigam o mesmo caminho que ela percorreu e quer usar a música como forma de alertar outras mulheres.

ANÚNCIO

A faixa, que será intitulada Noite Sem Fim, deverá ser lançada ainda no mês de julho, junto com um clipe produzido em animação.

Conforme informações do Jornal Floripa, o tema da canção é a própria vida de Andressa e com isso ela pretende incentivar garotas de programa a abandonarem esse ambiente de exploração do corpo: “Com o tempo, acabamos nos arrependendo e vendo que não vale tudo por dinheiro e nem pela fama. Quem é garota de programa está se matando todos os dias aos poucos, lentamente sem perceber! Eu sobrevivi em 2014, mudei, me arrependi de todas as escolhas erradas do meu passado, mas infelizmente não posso mudar ele, mas posso ajudar outras mulheres com meus erros”, concluiu.

Fonte: noticias.gospelmais.com.br/andressa-urach-combater-estimulo-pornografia-prostituicao-137429.html

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here