ANÚNCIO

Jessica Newsome hoje é uma ex-lésbica que foi criada na igreja, como muitos, mas que foi apresentada ao homossexualismo aos 5 anos de idade. Ela se envolveu com a prática na adolescência, quando também lutou contra a depressão, pensamentos suicidas e o álcool.

ANÚNCIO

Em seu testemunho, Jessica diz que “muitos são presos entre o desejo de seguir completamente a Deus e permanecer na zona de conforto, com relacionamentos que nos arrastam espiritualmente, o medo do fracasso e o conforto do problema”.

Ela lutava consigo mesma, sabia que algo estava errado em sua vida, mas não compreendia a origem do seu conflito. Assim como muitos jovens, Jessica achava que a sua condição era imutável, como se já estivesse nascido assim.

“Embora tenha crescido na igreja, lutei com minha identidade”, conta. “Decidi que estava cansada de Deus me convencer de algo que não podia mudar”.

ANÚNCIO

Durante a faculdade, Jessica chegou a escrever um artigo de 25 páginas chamado “Homossexualidade e a Bíblia”, tentando convencer de que Deus aceita a relação entre pessoas do mesmo sexo, além de fazer parte de um grupo dentro da faculdade que promovia a aceitação de gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros.

ANÚNCIO

“Também tentei frequentar uma igreja cristã homossexual, mas um sentimento perturbador me impediu de ingressar na congregação”, conta.

Durante esse percurso, devido a várias situações ruins, a hoje ex-lésbica entendeu que sua vida não teria sentido algum se Cristo não fizesse parte dela. Ela foi numa igreja Batista em Upper Marlboro, em Maryland (EUA), e lá entregou a sua vida a Jesus.

“Decidi deixar de ser alimentada pelas opiniões dos outros sobre a Bíblia e conhecer Jesus por mim mesma”, disse ela, segundo informações do Charisma News.

ANÚNCIO

“Comecei a sentir um puxão dentro de mim, que eu já havia sentido tantos anos atrás, mas havia ignorado, rejeitando a Deus. Com o tempo, o puxão ficou tão forte que um dia eu fiquei cara a cara com Deus, quebrantada. Eu finalmente me rendi”, conta.

ANÚNCIO

A ex-lésbica também explicou que é necessário estar na busca por Deus constantemente, alimentando o espírito e jamais a carne, uma vez que muitos tem dificuldade de adquirir o caráter de Jesus, pois vivem numa luta constante.

“É nessa busca persistente que somos mudados e transformados nos homens e mulheres que Deus nos chamou para ser. A busca por conhecê-Lo mais, adorá-Lo e servi-Lo são os alicerces que precisamos estabelecer em nossas vidas diárias”, disse Jessica.

Fonte: noticias.gospelmais.com.br/ex-lesbica-decidi-deixar-de-ser-alimentada-pela-opiniao-dos-outros-sobre-a-biblia.html

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here