Governo Bolsonaro bancou maior programa de transferência de renda da história do Brasil (veja o vídeo)
Governo Bolsonaro bancou maior programa de transferência de renda da história do Brasil (veja o vídeo)
Governo Bolsonaro bancou maior programa de transferência de renda da história do Brasil (veja o vídeo)

Em entrevista exclusiva à TV Jornal da Cidade Online, Adolfo Sachsida, secretário de política econômica do Ministério da Economia, destacou o esforço do governo federal para equilibrar as contas e ajudar a população nesse momento de crise. Com a melhor equipe econômica dos últimos tempos, o presidente Bolsonaro bancou o maior programa de transferência de renda da história do Brasil, impedindo que o povo morresse de fome por conta da paralisação das atividades em virtude da pandemia.

“O governo agiu em cinco grandes frentes. Primeiro, dinheiro para a saúde não pode faltar, então foram feitas transferências ao Ministério da Saúde. Segundo, auxílio à população carente, colocamos de pé um programa de mais de 150 bilhões de reais, que está beneficiando 64 milhões de brasileiros, o maior programa de transferência de renda da história do Brasil. Em terceiro lugar, transferimos dinheiro para estados e municípios. Em quarto lugar, preservar empregos e empresas, salvando mais de 12 milhões de empregos. Por fim, auxílio ao crédito, as medidas tomadas liberaram um potencial de mais de 1 trilhão de reais em crédito, de liquidez para virar crédito para as empresas”, explicou o secretário.

Importância do auxílio emergencial

Sachsida comentou ainda a medida que prorrogou o auxílio emergencial em mais duas parcelas.

“Isso vai ajudar muito a população carente. Nossos dados mostram que nos domicílios pobres, 93% da renda veio do auxílio emergencial, mais de 23 milhões de domicílios foram diretamente beneficiados por essa medida. Não fosse o auxílio emergencial, essas pessoas teriam dificuldade inclusive para comprar alimento”, ressaltou o secretário.

Crise também pode trazer oportunidades para o Brasil

A pandemia deixou claro que não é possível mais concentrar toda a produção em apenas um país, e isso pode acabar atraindo novas empresas para o Brasil.

“O Brasil é uma vibrante democracia, aqui temos várias oportunidades, vamos trabalhar nelas e trazer cada vez mais emprego e renda para a população brasileira”, frisou Sachsida.

Privatização pode ser uma saída

O ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou que o governo federal que vai privatizar quatro empresas em 90 dias. O secretário lembra que em 1994, metade das localidades brasileiras não tinha telefone. Em 1998, no meio da crise da Rússia, México, Tigres Asiáticos, o Brasil privatizou a Telebrás.

“O resultado está aí, todo mundo tem telefone hoje. A mesma coisa vai acontecer agora quando privatizarmos empresas, a infraestrutura vai melhorar muito, e quem mais vai ganhar é o brasileiro mais pobre, que vai ter acesso a produtos de melhor qualidade, por menor preço”, completou Sachsida

Assista a entrevista:

Relacionado

Comentários

Atenção! Os comentários do Jornal Fogo Cruzado DF são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios podem ser denunciados por outros usuários, acarretando até mesmo a perda da conta do Facebook.

imagem18-07-2020-22-07-50
imagem18-07-2020-22-07-50

Fonte: fogocruzadodf.com.br/noticias/brasil/politica/governo-bolsonaro-bancou-maior-programa-de-transferencia-de-renda-da-historia-do-brasil-veja-o-video

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here