Japonês da Federal é preso em Curitiba
Japonês da Federal é preso em Curitiba

Japonês da Federal: Newton Ishii ficou conhecido durante as prisões mais emblemáticas da Operação Lava Jato (YouTube/Reprodução)

“Japonês da Federal” é como o ex-agente da Polícia Federal Newton Ishii ficou conhecido durante as prisões mais emblemáticas da Operação Lava Jato. No entanto, agora foi ele o condenado por corrupção. Ishii perderá o cargo e terá de pagar multa no valor de 200.00 reais por facilitação de contrabando na fronteira do Brasil com o Paraguai, em Foz do Iguaçu (PR).

17 anos atrás, em 2003, a Polícia Federal identificou 28 pessoas envolvidas no crime na região, entre as quais 24 foram condenadas.

A Justiça considerou o envolvimento de Ishii como uma afronta de extrema gravidade que afetou a dignidade da função pública que exercia. A decisão foi tomada pelo juiz Sério Luis Ruivo Marques, da 1ª Vara da Justiça Federal de Foz do Iguaçu.

A multa de 200.00 reais foi calculada com base na média de sua renda declarada, sendo o que valor equivale a 40 vezes o que ele ganha por mês. A multa terá juros de 1% ao mês e reajuste pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Como Ishii já é aposentado desde de fevereiro de 2018, a cassação de sua aposentadoria é uma possibilidade — mas não caberá à Justiça Federal decidir sobre esse ponto.

Não é a primeira vez que o “Japonês da Federal” é alvo de uma investigação criminal. Em 2009, Ishii foi condenado por facilitar a entrada de contrabando do Paraguai no Brasil.

Fonte: exame.com/brasil/japones-da-federal-e-condenado-por-contrabando-na-fronteira-com-paraguai

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here