imagem04-08-2020-23-08-57
imagem04-08-2020-23-08-57
Codeplan busca evidências sobre o que já foi testado em outros lugares do mundo e oferece opções para enfrentar os problemas | Foto: Arquivo Agência Brasília

Políticas públicas baseadas em evidências. É assim que o Governo do Distrito Federal (GDF) planeja entregar melhores ações e serviços para a população. Para isso, a Companhia de Planejamento (Codeplan) atua na tradução do conhecimento, com pesquisas e análises para subsidiar decisões daqueles que tomam decisões no âmbito do Distrito Federal.

Com esse propósito, será lançada nesta quarta-feira (5) a “Tradução do Conhecimento Científico para Gestores Distritais”. O evento, transmitido on-line, apresentará os resultados da nova linha de estudos em três temas encomendados por gestores do GDF: evasão escolar, papel da escola na prevenção ao suicídio e igualdade de gênero no mercado de trabalho.

“Não temos mais possibilidade de errar, nem de criar algo sem fundamento. O GDF trabalha de forma integrada para implantar políticas e ações efetivas, baseadas em evidências”Ericka Filippelli, secretária da Mulher

Os trabalhos foram elaborados em parceria com o Instituto Veredas e contaram com a participação das secretarias de Educação, da Mulher e de Economia. “Os estudos analisaram a literatura científica nacional e internacional sobre essas questões, sintetizaram e apresentaram as diferentes opções de intervenção encontradas”, explica o presidente da Codeplan, Jean Lima.

Diretora de Estudos e Políticas Sociais (Dipos) da companhia, Daienne Amaral Machado conta que houve capacitação para desenvolver produtos de tradução do conhecimento aos gestores que, por falta de tempo ou expertise, têm dificuldades de encontrar os melhores estudos produzidos sobre temas de interesse.

“Os produtos contemplam um conjunto de ferramentas e técnicas para identificar, selecionar e sintetizar estudos científicos que respondam a perguntas de interesse dos tomadores de decisão, que vão fomentar as ações nas pastas”, explica. Assim, a Codeplan busca evidências sobre o que já foi testado e analisado em outros lugares do mundo e oferece opções para enfrentar os problemas.

Redução de erros

Entre os primeiros temas apresentados pelo novo tipo de pesquisa está promoção da igualdade de gênero no mercado de trabalho, com foco na autonomia econômica das mulheres do DF. Secretária da Mulher, Ericka Filippelli diz ter provocado a Codeplan em busca de dados para embasar medidas e ações da pasta, com exemplos de políticas bem-sucedidas em outros lugares do mundo.

Leia também

Foto: Agência Brasília/Arquivo
Foto: Agência Brasília/Arquivo

GDF terá conselho consultivo para pesquisas da Codeplan

Codeplan firma parceria com Ipea para debater Região Metropolitana de Brasília

“Não temos mais possibilidade de errar, nem de criar algo sem fundamento. O governo trabalha de forma integrada para implantar políticas e ações efetivas, baseadas em evidências, para termos melhores resultados”, aponta a titular da pasta.

Com estudo em mãos, acrescenta a secretária, será possível encarar o desafio potencializado pela disseminação do coronavírus. “Elas são o elo mais vulnerável das consequências da pandemia e do isolamento social. Há estudos internacionais que falam da vulnerabilidade das mulheres que ocupam a maior parte do setor de serviços e do mercado informal”, arremata Filippelli.

Acompanhe:

Lançamento da Tradução do Conhecimento Científico para Gestores Distritais

Data: 5/8

Hora: 15h

Onde: Canal da Codeplan no Youtube

* Com informações da Codeplan

Fonte: www.agenciabrasilia.df.gov.br/2020/08/04/estudos-para-subsidiar-politicas-publicas-do-gdf

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here