A Federação Russa proibiu depósitos anônimos em carteiras digitais, numa ação que afetará 10 milhões de usuários em todo o país. Segundo os legisladores, essa iniciativa deve conter atividades ilegais, como o financiamento do terrorismo e o comércio ilegal de drogas.

10 milhões de carteiras anônimas são afetadas

As carteiras digitais através de serviços como Yandex, WebMoney, PayPal e Kiwi são muito populares na Rússia. Esses serviços mantêm aproximadamente 10 milhões de usuários que usam as contas anonimamente. Algumas pessoas usam essas carteiras anônimas para comprar criptomoedas, embora os números exatos sejam desconhecidos.

Especialistas dizem que o impacto será mínimo

Antonina Levashenko, economista citada pelo RBK, acredita que essas medidas inicialmente não terão efeito no espaço blockchain. À medida que a Rússia aperta seus procedimentos de combate à lavagem de dinheiro, a proibição existente pode eventualmente ser aplicada também às moedas digitais.

Maria Stankevich, gerente de desenvolvimento de negócios da exchange de criptomoedas EXMO, acredita que a proibição só pode ter efeito em exchanges que não levam a sério a conformidade. Ela acredita que a demanda por esses serviços pode diminuir como resultado.

Recentemente, o Parlamento russo aprovou uma lei de criptomoedas que define diretrizes gerais para a indústria. A versão promulgada do projeto de lei era menos draconiana que a versão original.

Leia mais:

Fonte: cointelegraph.com.br/news/russian-government-bans-anonymous-wallet-deposits

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here