imagem07-08-2020-09-08-22
imagem07-08-2020-09-08-22

Eduardo Campos, Leonardo Lobo, Dennis Lobo, sócios da +Mais AAI Agente Autônomo de Investimentos BTG Pactual: carteira de clientes triplicou desde o ano passado (Divulgação/Divulgação)

Dos quase 3 milhões de pessoas físicas com investimentos na B3, a bolsa de valores de São Paulo, apenas 70.000 moram nos seis estados da região Norte, segundo dados revelados pela Bolsa em julho. É uma região com presença baixa no mercado acionário. Para efeito de comparação, apenas no estado de São Paulo são mais de um 1 milhão de investidores na B3.

A expansão do mercado de capitais na região Norte está na missão da +Mais AAI Agente Autônomo de Investimentos BTG Pactual, escritório autônomo com sede em Manaus e uma carteira de 600 milhões de reais. Em agosto, a +Mais está abrindo uma operação em Belém, segunda maior metrópole da região. “A cidade é um eixo econômico importante e com muitos clientes potenciais sem acesso a bons produtos financeiros”, diz Dennis Lobo, um dos sócios da +Mais.

A +Mais foi aberta no ano passado, a partir da junção de profissionais de dois escritórios de investimentos com uma década de experiência na atração de clientes para o mercado de capitais em Manaus: a Finis, uma consultoria do patrimônio de famílias, e o D&L, escritório de agentes autônomos que tinha a carteira de clientes plugada às corretoras Órama e Ágora.

A abertura da +Mais coincidiu com a mudança para o banco BTG Pactual (do mesmo grupo que publica a EXAME). Entre os motivos para a troca, diz o sócio Eduardo Campos, foi a possibilidade de ampliar o leque de produtos financeiros à disposição.

Veja também

Embora o mercado de capitais no Norte seja diminuto, os clientes têm perfil exigente na escolha dos produtos financeiros. “Cerca de 10% investem em produtos no exterior”, diz Campos. Na mudança para o BTG, 100% dos clientes continuaram na carteira, segundo os sócios. De lá para cá, a carteira triplicou de tamanho, para os atuais 600 milhões de reais.

A +Mais está na lista de escritórios que plugaram suas carteiras ao ecossistema do BTG. Desde 2018, 22 escritórios antes ligados à XP Investimentos migraram para o BTG, inclusive um dos maiores deles, o EQI, de Santa Catarina, que tem planos de virar uma corretora. O exemplo do escritório de Manaus mostra o tamanho das oportunidades à frente pelo Brasil.

Fonte: exame.com/negocios/mais-investimentos-lider-em-manaus-dobra-aposta-no-norte-e-vai-a-belem

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here