PLATAFORMA P 52 NA BACIA DE CAMPOSFOTO: GERMANO LUDERS27/05/2010
PLATAFORMA P 52 NA BACIA DE CAMPOSFOTO: GERMANO LUDERS27/05/2010

Petrobras: plataforma da estatal tem 42 infectados pelo novo coronavírus (GERMANO LUDERS/Exame)

A Petrobras enfrenta um novo surto de trabalhadores contaminados pelo novo coronavírus em uma de suas plataformas. Um total de 42 trabalhadores embarcados na P-50, situada no campo de Albacora Leste, na Bacia de Campos (litoral norte do Estado do Rio) testaram positivo, de acordo com o Sindipetro-Norte Fluminense (NF).

De acordo com os representantes dos petroleiros, as primeiras notícias de pessoas com sintomas da Covid-19 na embarcação surgiram no fim do mês passado. Deixaram a plataforma em seguida 33 pessoas com sintomas após testes acusarem o vírus.

Após um novo embarque de mais trabalhadores, no último dia 4, foram realizados testes em toda equipe embarcada. Foram identificados outros 23 infectados, além de sete testes inconclusivos. Testaram negativo 102 trabalhadores.

Sem informar o total de trabalhadores contaminados na P-50 a Petrobras informou que, por questões preventivas, testou com o RT-PCR todos os trabalhadores a bordo da P-50, garantindo que todos os que deram resultado positivo, assim como as pessoas próximas delas (contactantes) foram desembarcados.

A estatal informou ainda que a plataforma passou por um processo de higienização e que não haverá impacto na produção da unidade porque uma equipe que está cumprindo o período de quarentena prévia será embarcada para garantir as atividades essenciais.

A Petrobras reiterou que continua comprometida com a saúde e a segurança dos trabalhadores e que adota “procedimentos robustos em todas as suas unidades desde o início da pandemia, atuando sempre de forma diligente.”

No boletim sobre a Covid-19 do Ministério de Minas e Energia (MME) do último dia 3, a Petrobras aparecia com 137 empregados contaminados de um total de 45,5 mil, sendo que apenas sete foram hospitalizados.

Veja também

Alexandre Vieira, coordenador do Departamento de Saúde do Sindipetro-NF, disse que até a tarde desta quinta-feira não haviam sido informados se todos os que testaram positivo para a Covid-19 foram desembarcados ou não da P-50:

— Nós recebemos denúncias dos trabalhadores no último dia 30 que estavam ocorrendo casos suspeitos da Covid-19, além de outros casos que teriam ocorrido anteriormente e teriam sido desembarcadas oito pessoas suspeitas. Já solicitamos à Petrobras que teste toda a população de uma plataforma quando há casos na unidade, para evitar a disseminação da doença.

O presidente do Sindipetro-NF, Tezeu Bezerra, afirmou que o elevado número de trabalhadores contaminados na P-50 indica falhas nos protocolos de saúde e de segurança que a Petrobras informou ter adotado desde o início da pandemia nas plataformas marítimas e unidades terrestres de produção.

Segundo Tezeu, a Petrobras só reforçou de fato os protocolos de segurança neste momento apenas nas quatro plataformas que estão em produção no campo gigante de Búzios, no pré-sal, na Bacia de Santos: P-74, P-75, P-76 e P-77.

Veja também

No fim do mês passado sete trabalhadores da P-77 testaram positivo, dias antes de a companhia adotar uma nova rotina para o embarque dos trabalhadores para essas quatro plataformas de Búzios.

— A Petrobras está com esses protocolos mais rigorosos no pré-sal, não estão fazendo aqui na Bacia de Campos. A companhia está fazendo o teste PCR em algumas plataformas, mas outro problema é que eles fazem esses testes só para o pessoal da Petrobras, não para os terceirizados. Então não adianta nada, porque nas plataformas é difícil manter distanciamento, não adianta de nada.

Fonte: exame.com/negocios/plataforma-da-petrobras-na-bacia-de-campos-tem-42-infectados-por-covid-19

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here