Nesta sexta-feira, 6 de agosto, o Monero (XMR) registrou seu maior aumento no hashrate desde a criação da rede em 2014.

Monero hashrate
Monero hashrate

Taxa de hash do Monero. Fonte: Coin Metrics.

O hashrate do Monero aumentou de 1,67 GH / s em 5 de agosto para 2,2 GH / s em 6 de agosto. Esse ganho de 0,52 GH / s em um único dia é o maior na história do projeto. Antes disso, os ganhos percentuais diários mais significativos ocorreram nos primeiros dias do projeto, quando a base era muito menor.

Bancos e moedas de privacidade

Em 3 de agosto, o Coin Center enviou comentários à Controladoria da Moeda sobre as atividades digitais do National Bank and Federal Savings Association, sugerindo que os bancos deveriam adotar moedas de privacidade em vez de combatê-las:

“Defendemos que os bancos não devem apenas ser capazes de usar tecnologia de mistura sem confiança (coinjoin) ou criptografia com privacidade aprimorada (zcash / monero), mas que podem ser obrigados a fazê-lo para proteger a privacidade de seus clientes.”

Monero apresenta uma proposta de valor única?

Não está claro o que levou a essa explosão no poder de hash do Monero. Em um mundo onde muitos sentem que estão se tornando sujeitos a um nível cada vez maior de vigilância, Monero pode simplesmente apresentar uma proposta de valor única.

Uma série de relatórios recentes indicaram que Monero continua a ser a maior criptomoeda de privacidade. Enquanto outras moedas de privacidade como Dash (DASH) e Zcash (ZEC) podem ser rastreadas com relativa facilidade, Monero apresenta mais um desafio. Isso levou à retirada da moeda de várias exchanges.

Monero fica atrás apenas do Bitcoin (BTC) em sua taxa de adoção entre os negociantes da Dark Web, o mercado criminoso da web.

LEIA MAIS

 

Fonte: cointelegraph.com.br/news/moneros-hashrate-experienced-its-largest-single-day-gains-ever

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here