Com mais de 60 mil assinaturas, uma petição online pela troca do lobo-guará que estampará a cédula de R$ 200 chamou a atenção do Banco Central. Ao invés de estampar o animal em extinção, o abaixo-assinado pede que o cachorro “vira-lata Caramelo” seja inserido na nota, por representar mais os brasileiros que o lobo-guará.

Diante de tamanha repercussão do abaixo-assinado, o BC estuda uma ação voltada ao cachorro vira-lata apelidado de Caramelo, segundo o Extra. A petição foi criada pelo deputado federal Fred Costa (Patriota – MG) no último dia (30), e em menos de uma semana já alcançou 62 mil assinaturas em todo o Brasil.

De acordo com o parlamentar, a ideia era oferecer uma alternativa para a escolha da estampa da cédula de R$ 200 que entrará em circulação ainda em agosto. Além disso, Fred Costa pretendia promover a defesa dos animais como o vira-lata caramelo.

Sendo assim, o abaixo-assinado fez com que o Banco Central aceitasse promover uma ação de conscientização sobre a adoção de animais abandonados no Brasil. No entanto, a cédula continuará com a estampa de lobo-guará.

Vira-lata caramelo em nova cédula

Uma petição com mais de 62 mil assinaturas fez com que o Banco Central pensasse sobre como Caramelo representa a cultura brasileira. Uma ação do BC pode promover a adoção de animais abandonados, segundo encontro entre o presidente da instituição e o parlamentar que promove a petição na internet.

imagem08-08-2020-02-08-07
imagem08-08-2020-02-08-07
Montagem de cédula de R$ 200 usada para ilustrar cachorro caramelo (Reprodução/Change.org)

Fred Costa esteve em uma reunião com o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. De acordo com o encontro, não há tempo para modificar a estampa da nota de R$ 200, que não poderá receber a imagem do vira-lata caramelo.

Contudo, a importância do animal no cotidiano brasileiro foi reconhecida pelo Banco Central. Dessa forma, ações devem ser apresentadas pela instituição em busca de promover a adoção de animais abandonados.

Além disso, o combate aos maus-tratos também será abordado na ação que o Banco Central prometeu diante da repercussão do abaixo-assinado sobre a nota de R$ 200 com o lobo-guará.

“Criamos esta petição para pedir ao Banco Central que a nova cédula de R$200,00 tenha a imagem ilustrativa de cachorro vira-lata. Não descartamos a relevância do Lobo-guará na história e na fauna brasileiras, porém o cachorro vira-lata está mais relacionado ao cotidiano dos brasileiros e, além disso, é presente em todas as regiões do país.”

Como o lobo-guará foi escolhido para estampar a nota de R$ 200?

O Banco Central anunciou a criação de uma nova cédula no sistema monetário brasileiro. A escolha para estampar a nota foi o lobo-guará, um animal em extinção que participou de uma consulta pública há alguns anos.

Na ocasião da votação, o lobo-guará ficou em terceiro lugar na consulta aberta aos brasileiros sobre que animal deveria estampar a nota de R$ 2. Dessa forma, em primeiro lugar foi escolhida a tartaruga marinha que estampa a nota de R$ 2 atualmente.

A votação em 2001 terminou com o mico leão dourado em segundo lugar, a frente também do lobo guará que “ganhará vida” com a nota de R$ 200. No caso do mico leão dourado, o animal foi escolhido para ser utilizado em cédulas de R$ 20.

Sem uma nova pesquisa, o governo federal utilizou os dados da votação de 20 anos atrás para eleger o lobo-guará na nota de R$ 200. Porém, parte dos brasileiros preferem o vira-lata caramelo na cédula que será lançada nas próximas semanas.

Leia Mais:

Fonte: cointelegraph.com.br/news/central-bank-recognizes-importance-of-caramel-mongrel-for-r-200-bill

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here