A startup de blockchain israelense Orbs publicou uma carta aberta ao presidente francês, Emmanuel Macron. A carta defende o uso da tecnologia blockchain para gerenciar a ajuda estrangeira após a trágica e impressionante explosão em Beirute em 4 de agosto.

A transparência e a responsabilidade do Blockchain podem ajudar a assegurar tanto aos doadores privados quanto aos governos que a ajuda financeira que eles fornecem está sendo implementada de forma eficaz, afirma.

Eventos catastróficos como os do Líbano tendem a gerar promessas de ajuda humanitária.

O presidente Macron não perdeu tempo em visitar a área e exortar os líderes mundiais a acelerar os pacotes de ajuda para fornecer alívio oportuno. No entanto, ele também observou a necessidade de garantir que a ajuda fosse para grupos legítimos que trabalham no terreno e não acabasse nas mãos do Hezbollah.

Infelizmente, a história nos fornece uma ladainha de casos em que a ajuda bem-intencionada não tem o melhor uso.

Claro, o blockchain tem a capacidade única de permitir que várias partes, que não necessariamente confiam umas nas outras, trabalhem juntas de maneira transparente.

Para este fim, Orbs tem trabalhado com a Fundação Hexa para promover os benefícios potenciais da tecnologia blockchain no gerenciamento e distribuição de ajuda estrangeira para vários governos e organizações. Ela até construiu um protótipo, que pode ser desenvolvido para criar uma solução totalmente personalizável.

Conforme publicado pelo Cointelegraph, no início deste ano, a Orbs desenvolveu um aplicativo encorajando as pessoas a se auto-quarentena quando a pandemia COVID-19 começou a se estabelecer.

LEIA MAIS

 

Fonte: cointelegraph.com.br/news/president-macron-could-leverage-blockchain-to-transform-lebanon-aid

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here