O Centro Interescolar de Línguas (CIL) 01 de Brasília comemora, em agosto, quatro décadas e meia de nascimento. Nesse período, ofereceu e oferece exclusivamente à comunidade escolar aulas de espanhol, francês, inglês e alemão em regime de intercomplementaridade. Hoje, sete mil estudantes estão matriculados no CIL – que trabalha não somente a fluência da língua, mas uma formação para a cidadania.

“Ao longo desse tempo, o CIL 01 de Brasília tem sido um espaço de convivência dos estudantes, de aprendizado e grande impacto na vida de toda a comunidade escolar, melhorando as perspectivas para o futuro dos alunos da rede pública de ensino e gerando oportunidades”, destaca o secretário de Educação, Leandro Cruz.

A comemoração oficial de aniversário foi on-line, no sábado (8). Um canal necessário em meio à pandemia da Covid-19. “Nada substitui o contato visual e a presença do professor e do estudante. Mas nossa expectativa para o futuro é fomentar mais projetos utilizando as ferramentas tecnológicas, aprimorar as salas virtuais, como a de leitura, e o Cine Cil, onde o estudante tem acesso a livros e filmes”, conta a diretora da unidade, Dóris Scolmeister da Silva.

imagem12-08-2020-12-08-55
imagem12-08-2020-12-08-55
Júlia, aluna do CIL: aulas dinâmicas | Foto: Arquivo pessoal

Além disso, a unidade vai dar continuidade aos projetos que fazem parte da proposta pedagógica, como a monitoria, feira internacional e do livro, semana de inclusão e as semanais em que se trabalha as línguas específicas.

Todos os estudantes dos CILs estão cadastrados na plataforma Google Sala de Aula. Para a estudante Júlia Rocha Fortunato, de 16 anos, a experiência tem sido um momento novo e de muito aprendizado. “As aulas estão sendo bem dinâmicas, com o uso de outras plataformas, e fica bem mais fácil o ensino”, diz a adolescente, que cursa alemão e está na 2ª série do Ensino Médio no CEM Paulo Freire.

“Aprender alemão é uma diversão; às vezes um desafio. Mas, com certeza, em todos os momentos é bom. São sempre aprendizados novos, cheios de bagagem, com os quais fico muito feliz de ter contato. Quando entrei no alemão já fazia inglês há um tempo e sempre vi que os idiomas eram parecidos em algumas coisas, o que me despertou bastante interesse. Fácil não é, mas a adaptação é importante”, completa Júlia.

Centro especializado

imagem12-08-2020-12-08-58
imagem12-08-2020-12-08-58

A ideia para a criação do CIL 01 foi da coordenadora de inglês da Fundação Educacional do Distrito Federal (FEDF), professora  (foto) Nilce do Val Galante (1922-2018). Ela trouxe a experiência dos Estados Unidos, onde o ensino de um novo idioma era feito em um centro especializado em língua estrangeira. Foi, então, com a Resolução nº 40, de 14 de agosto de 1975, que a unidade foi oficialmente fundada na capital federal.

O CIL 01, no início, funcionava em outros espaços de escolas que ofertavam a aprendizagem em um novo idioma no contraturno. Hoje, atende 7.030 mil estudantes nos turnos matutino, vespertino e noturno, em uma estrutura formada por 28 salas de aula, laboratório de informática, sala de leitura/biblioteca e sala de recursos.

O centro de línguas também conta com o Serviço de Orientação Educacional (SOE), com ações internas que complementam o ensino. Desde sua fundação, mais de 100  mil pessoas passaram pela unidade.

* Com informações da Secretaria de Educação

Fonte: www.agenciabrasilia.df.gov.br/2020/08/12/cil-01-de-brasilia-45-anos-tornando-o-brasiliense-poliglota

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here