No início desta semana, investidores de Bitcoin (BTC) ficaram entusiasmados com a notícia de que a MicroStrategy, uma empresa de business intelligence listada na Nasdaq, com valor de US$ 1,2 bilhão, havia formalmente adotado o Bitcoin como seu principal ativo de reserva ao adquirir 21.454 BTC (US$ 250 milhões).

Isso levou a maioria dos principais analistas de criptomoedas e pessoas da indústria a postar declarações extremamente otimistas no Twitter e, para muitos, isso confirmou sua crença de que o Bitcoin está nos estágios iniciais de um “bull market”.

Embora essas notícias sejam empolgantes e um forte sinal de que a adoção institucional da criptomoeda continua a ocorrer, há notícias ainda melhores. BlackRock, a gigante de investimentos de US$ 89 bilhões, é a maior acionista da MicroStrategy.

De acordo com dados da CNN Business, a BlackRock Fund Advisors possui uma participação de 15,24% na MicroStrategy. Isso significa que a recente compra da MicroStrategy dá à BlackRock exposição indireta ao Bitcoin, a empresa essencialmente se transformou em um “player de Bitcoin de capital aberto“.

MicroStrategy has BlackRock as its biggest stakeholder
MicroStrategy has BlackRock as its biggest stakeholder

MicroStrategy has BlackRock as its biggest stakeholder. Source: CNN Business

MicroStrategy prevê enfraquecimento do dólar

Em um comunicado oficial, a MicroStrategy disse que estava adotando o Bitcoin como um “ativo primário de reserva de valor”. e o CEO Michael J. Saylor reconheceu que o Bitcoin pode ser potencialmente superior ao dinheiro.

Saylor disse:

“Desde seu início, há mais de uma década, o Bitcoin surgiu como uma adição significativa ao sistema financeiro global, com características úteis para indivíduos e instituições. A MicroStrategy reconheceu o Bitcoin como um ativo de investimento legítimo que pode ser superior ao dinheiro e, portanto, fez do Bitcoin a principal participação em sua estratégia de reservas de valor.”

A compra se torna ainda mais interessante ao considerar os comentários anteriores que Saylor e os estrategistas da BlackRock fizeram sobre o Bitcoin.

Em conversa de fevereiro de 2018 com a CNBC, o estrategista-chefe de investimento global da BlackRock, Richard Turnill, disse:

“Vemos as criptomoedas potencialmente se tornando mais amplamente utilizadas no futuro, à medida que os mercados amadurecem. No entanto, por enquanto, acreditamos que elas devem ser consideradas apenas por aqueles que podem suportar perdas potencialmente completas.”

Na época, Turnill expôs alguns fatores que poderiam ajudar a impulsionar o Bitcoin no longo prazo. Ele também enfatizou que uma estrutura regulatória global sobre criptomoedas poderia ajudar no crescimento do mercado de criptoativos.

Desde então, a Força-Tarefa de Ação Financeira (FATF) do G7 estabeleceu uma estrutura regulatória unificada de criptomoedas. A maioria dos principais países da Ásia, Europa e EUA também adotaram políticas mais claras em relação às criptomoedas.

Saylor, que esta semana expressou seu otimismo sobre a trajetória de longo prazo do Bitcoin, teve uma perspectiva ainda mais crítica em 2013 quando disse:

“Os dias do Bitcoin estão contados. Parece que é apenas uma questão de tempo até que tenha o mesmo destino que um jogo online.”

As percepções do Bitcoin estão mudando

As empresas que anteriormente rejeitavam o Bitcoin agora estão começando a se aquecer para as criptomoedas. Por exemplo, o JPMorgan supostamente aceitou as exchanges de Bitcoin Coinbase e Gemini como clientes em maio.

Changpeng Zhao, CEO da Binance, disse:

“A empresa inteligente listada em bolsa compra US$ 250.000.000 em Bitcoins, como um ativo porto-seguro. Dinheiro de estímulo fluindo de Wall Street para o Bitcoin. Você está na frente ou atrás deles? ”

Essa tendência de mudança na indústria de criptomoedas destaca a crescente maturidade do Bitcoin e seu crescimento como reserva de valor.

Leia mais:

Fonte: cointelegraph.com.br/news/blackrock-vanguard-indirectly-hold-bitcoin-via-microstrategy-investment

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here