(Atualização: 11h38 de 15 de agosto) Propriedades de agricultores familiares do assentamento Betinho, em Brazlândia, estão sendo beneficiadas com a instalação de sistemas de fossas sépticas pelo programa de saneamento rural da Emater-DF. Até esta sexta-feira, dez sistemas sanitários estavam sendo instalados no assentamento. Em todo o DF, o programa deve beneficiar cerca de 850 pessoas de 165 propriedades rurais em uma primeira etapa.

A instalação dos sistemas sanitários foi possível graças a emenda parlamentar destinada pelo deputado distrital Leandro Grass (Rede), que totalizou R$ 742 mil, dos quais R$ 594 mil já foram liberados para as obras das 165 primeiras unidades no DF. Com a instalação dos sistemas no assentamento, seis empregos diretos foram criados.

Durante visita às obras nesta quinta-feira (13) com extensionistas da Emater-DF e o deputado, a presidente da empresa, Denise Fonseca, lembrou que o saneamento rural é compatível com quase todos os objetivos do Milênio, da ONU. “Essa entrega que a gente está fazendo aqui faz parte de um sonho. Essa é uma grande entrega do governo do Distrito Federal e eu agradeço muito ao [deputado] Leandro Grass, por ter acreditado no nosso sonho. Não existe segurança alimentar sem saneamento rural”, afirmou.

“Além de garantir a sustentabilidade ambiental, é um projeto que efetiva também um direito básico das pessoas, que é o saneamento, que é o acesso à água potável, que é o acesso ao tratamento adequado dos seus resíduos. Eu quero muito agradecer à Emater pela competência técnica, pela capacidade e pela sensibilidade social de apoiar nossos produtores rurais, trabalhar por eles e principalmente nesse momento de crise dar condições para que eles continuem produzindo e continuem escoando o que produzem, fazendo esse alimento chegar à mesa das pessoas, principalmente das mais pobres”, disse o deputado Leandro Grass.

O agricultor Jozias dos Santos Neves Souza, que recebeu um sistema sanitário, declarou que agora produz sem medo de contaminação. Com 25 mil pés de morango plantados, ele afirma que a água usada na irrigação agora é segura. Antes, sem o tratamento sanitário, ele não tinha certeza se havia infiltração no sistema de captação de água. “Era o que eu tinha medo. Agora ficou muito mais limpo”, disse.

Na propriedade da agricultora Noilde Maria de Jesus, o sistema vai garantir mais segurança na produção dos alimentos. Com 12 mil pés de morango plantados, Noilde se preocupa com boas práticas agrícolas. “Vai melhorar tudo”, disse. Noilde declarou que quer aprimorar ainda mais sua produção, para tornar os alimentos que produz mais seguros para o consumidor e para os trabalhadores da chácara, que é tocada pela família. Seu plano é adotar um sistema de produção orgânica. “Hoje eu só uso produto químico quando não tem jeito”, afirmou.

Saneamento ruralO programa de saneamento rural da Emater-DF foi concebido para levar sistema de tratamento da chamada “água negra” (resíduos de banheiros) para o campo, evitando que a água contaminada fosse despejada diretamente no solo. O descarte inadequado dos resíduos contamina o solo, as águas subterrâneas, os alimentos produzidos no campo e os trabalhadores rurais.

“A possibilidade de beneficiar a vida dos agricultores com ações de saúde e de saneamento, viabilizando a coleta e o tratamento do esgoto doméstico, é motivo de muito orgulho para a Emater-DF”, disse a extensionista Ana Paula Rosado, coordenadora do programa e executora do contrato.

Para a também executora do contrato Letícia Martinez, toda a sociedade ganha com a iniciativa da Emater. “Os benefícios vão desde a produção de alimentos seguros, proteção da saúde da família rural e preservação do meio ambiente, alcançando, ainda, os consumidores que se beneficiam dos alimentos produzidos pelos agricultores”.

 Emater-DFEmpresa pública que atua na promoção do desenvolvimento rural sustentável e da segurança alimentar, prestando assistência técnica e extensão rural a mais de 18 mil produtores do DF e Entorno. Por ano, realiza cerca de 150 mil atendimentos, por meio de ações como oficinas, cursos, visitas técnicas, dias de campo e reuniões técnicas.

* Com informações da Emater-DF

Fonte: www.agenciabrasilia.df.gov.br/2020/08/14/sistemas-de-saneamento-rural-vao-bebeficiar-165-propriedades-em-todo-df

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here