Palácio Anchieta/Gov ES   Foto: Agência AG
Palácio Anchieta/Gov ES Foto: Agência AG
Palácio Anchieta/Gov ES – Foto: Agência AG

A menina que ficou grávida aos 10 anos aceitou proteção do Estado. Com isso ela poderá ter novo nome na identidade e uma casa gratuita para morar em outro lugar distante com a família.

A criança aceitou participar do programa de apoio às vitima de violência oferecido pelo governo do Espírito Santo, mostrado ontem no SóNotíciaBoa.

Entre as possibilidades oferecidas pelo benefício, estão a troca de endereço, identidade e promoção da segurança da família e da criança, tratamentos físico e psicológico, mais ajuda financeira por dois anos, renováveis pelo mesmo período.

Caberá a ela escolher o que mais será preciso, devido ao tipo da agressão que sofreu.

Futuro

A menina vai continuar sob os cuidados da avó, já que é órfã de mãe e o pai está preso.

A criança, que estava em Recife para interromper a gravidez, saiu da cidade para local desconhecido.

A menina passou por um aborto no último fim de semana, após engravidar do tio.

O procedimento foi feito em Recife (PE) após o hospital no Espírito Santo alegar motivos técnicos para não interromper a gravidez.

Ela teve alta nesta quarta, 19 e segundo a equipe médica aparentava estar feliz.

Com informações do Metrópoles

Fonte: www.sonoticiaboa.com.br/2020/08/20/menina-gravida-10-aceitou-protecao-estado-casa-nome-novos

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here