A fintech brasileira Nubank revelou seu balanço financeiro de 2019 com prejuízo de R$ 312,7 milhões, aumento de 211% com relação a 2018, segundo o CanalTech.

Segundo o balanço da empresa, que tem 25 milhões de clientes na América Latina, foram R$ 528,9 milhões em receitas e R$ 841,4 milhões em despesas no período do exercício de 2019.

No ano anterior, o prejuízo da fintech foi mais de três vezes menor, R$ 100 milhões.

Os balanços deficitários em fintechs e startups são considerados comuns pelas empresas, que no desenvolvimento e expansão baseiam-se principalmente em investimentos.

Segundo a Nubank, o “aumento de gastos” é uma das razões para os números negativos de 2019, com aumento nas despesas de intermediação financeira, operações, administrativas e funcionários.

Escreve a fintech:

“O aumento nas despesas financeiras deve-se principalmente a provisão para aumento de crédito de liquidação duvidosa, que aumentou 53%, enquanto os saldos de valores a receber para o [produto] cartão de crédito no ativo aumentaram 76%”.

Para cobrir o rombo, o Nubank contraiu R$ 747 milhões em crédito.

Apesar do prejuízo, a Nubank cresceu em todos os segmentos de atuação, com intermediações financeiras crescendo 165% e os títulos e valores mobiliários subindo 170%.

O Nubank também encerrou 2019 com saldo de R$ 12,1 bilhões na carteira de operações de cartões de crédito, crescimento de 77%.

Os depósitos encerraram o período com saldo de R$ 5,3 bilhões, aumento de 119%.

LEIA MAIS

Fonte: cointelegraph.com.br/news/nubank-reveals-212-increase-in-2019-loss

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here