O recente acordo firmado entre Israel e os Emirados Árabes no dia 13 de agosto, que reestabelece as relações diplomáticas entre os dois países, é considerada pela população da Síria como um ato de traição à causa palestina.

A repercussão do acordo foi negativa também entre os palestinos que vivem na Síria. Embora a pandemia de covid-19 tenha impossibilitado a realização de atividades públicas ou protestos, as organizações palestinas exigiram uma reunião de urgência da Liga Árabe para o tema.

:: “É o maior roubo da história”, diz palestino sobre anexação de terras da Cisjordânia ::

O presidente sírio Bashar Al-Assad não emitiu nenhum comunicado oficial sobre as relações diplomáticas entre os Emirados Árabes e Israel até esta terça-feira (18). No entanto, em seu último discurso dirigido aos deputados da Assembleia do Povo, o mandatário ratificou que a Palestina continua sendo uma causa central para o povo sírio.

Confira a seguir:

Edição: Luiza Mançano e TELESUR

Source link

Fonte: fogocruzadodf.com.br/brasil/2020/08/20/para-siria-acordo-entre-israel-e-emirados-arabes-e

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here