ANÚNCIO

Desde que começou a pandemia do novo coronavírus, muitas mortes têm ocorrido devido às complicações geradas pela doença. Uma delas causou a morte de uma criança de 9 anos, em Middletown, nos Estados Unidos, chamada Dorielis Reyes.

ANÚNCIO

Sua mãe, Paula, disse que algo estranho começou a acontecer no dia 10 de maio, quando passo a notar um comportamento estranho em sua filha, sinais até incomuns sobre a doença, mas que não deixaram dúvidas de que se tratava de algo errado.

“Ela sempre teve um espírito curioso, nunca teve medo de fazer novos amigos e adorava ir à Igreja”, afirmou Paula, segundo informações do Journal News.

“No dia 10 de maio deste ano, ela começou a andar um pouco estranha, e depois começou a arrastar um dos pés porque não conseguia andar sobre eles. Eu a levei para o hospital porque obviamente aquilo não era normal para ela. Mais tarde, ela perdeu os movimentos em partes do corpo e lá no hospital, ela foi testada para Covid-19, onde os resultados deram positivo”, explicou a mãe.

ANÚNCIO

A criança, além de ter sido diagnosticada com o covid-19, teve uma inflamação desconhecida no cérebro. Algo bastante incomum no quadro da doença.

ANÚNCIO

Os médicos, junto com outros profissionais de outros lugares do mundo, acharam um mistério esse ocorrido. A mãe da criança disse que os médicos realizaram vários exames e consultaram outros especialistas, mas como não conseguiram identificar a causa da inflamação, isso contribuiu com a piora e o agravamento do quadro.

“Eles decidiram ligar para especialistas médicos em diferentes partes do mundo para ver se eles tinham algum caso semelhante ao dela, mas não conseguiram encontrar um”, escreveu Paula na plataforma de ajuda do GoFundMe.

Os médicos decidiram enviar Dorielis Reyes para casa, dando continuidade no tratamento em seu lar. Eles acreditaram que poderia ter uma reação positiva, mas infelizmente só piorou.

ANÚNCIO

“Depois de uma semana em casa, ela perdeu a capacidade de andar, estava começando a perder a capacidade de falar e estava começando a ter fortes dores de cabeça quando, em 19 de julho, ela teve uma crise epiléptica e foi internada novamente no hospital, agora na terapia intensiva”, disse Paula.

ANÚNCIO

“Os médicos então fizeram outra ressonância magnética e descobriram que as dores de cabeça eram devido ao sangramento no cérebro causado pela inflamação sendo comprimida com sua cabeça”, destacou a mãe.

“Vou me encontrar com Jesus”

Como se estivesse prevendo que não resistiria às complicações da doença, Dorielis Reyes chegou a dizer para a sua mãe que iria “morar com Jesus”. A declaração da criança mexeu com o coração de Paula.

“Ela sempre disse: ‘ Vou me encontrar com Jesus’”, lembra a mãe. “’Eu quero estar com Jesus. Eu quero ir primeiro’”, afirmava a criança, enquanto passava por procedimentos médicos para tentar tratar o seu quadro.

ANÚNCIO

No último dia 19 de agosto, internada no Hospital Infantil de Cincinnati, a pequena Dorielis deixou a Terra e foi para a presença de Jesus Cristo. A criança agora descansa perante Deus, como havia dito.

ANÚNCIO

“Enquanto a família sofre, sentimos conforto ao saber que nossa comunidade se reuniu em torno deles, os levantou e deu ajuda com as contas médicas”, disse uma publicação da escola de Reyes no Facebook. “Esperamos que a família encontre paz.”

Fonte: noticias.gospelmais.com.br/quero-estar-com-jesus-diz-menina-antes-de-falecer-apos-complicacoes-da-covid-19.html

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here