Para chamar a atenção sobre a importância do cadastramento no e-SUS, a Administração Regional do Plano Piloto promoveu, nesta sexta-feira (16), um encontro on-line com lideranças comunitárias e explicar como fazer o cadastro on-line, disponível no site da Secretaria de Governo.

“Isso impacta no trabalho de combate à dengue, na fiscalização de segurança alimentar nas feiras e nos restaurantes, no caso de um acidente que precise de atendimento do Samu [Serviço de Atendimento Móvel de Urgência] e na vacinação, porque, mesmo tendo plano de saúde, todo mundo se vacina na UBS [Unidade Básica de Saúde]”, destacou a administradora do Plano Piloto, Ilka Teodoro, durante o evento.

Questão de segurança

Especialista em Medicina da Família e da Comunidade, a médica  Luiza Portugal, que atua em uma UBS da Asa Sul, explicou que cadastro foi pensado para possibilitar o registro do cidadão pelo computador, tablet ou celular, sem precisar se deslocar até uma UBS nem se expor a qualquer risco de infecção pelo novo coronavírus. “Estamos fazendo uma campanha para a população fazer esse autocadastramento, que antigamente era feito de forma presencial ou nas unidades básicas de saúde”, lembrou.

A médica, que responde dúvidas por e-mail e whatsapp, comentou na reunião que muitos cidadãos têm desconfiança em relação à proteção de dados, mas garantiu que o sistema é seguro. “Tanto o site quanto o formulário de cadastramento são criptografados”, pontuou.

O Ministério da Saúde prorrogou até dezembro o cadastramento dos usuários no SUS. Até agora, 1.248 pessoas, do Plano Piloto já fizeram o cadastramento on-line. A meta da campanha é atingir pelo menos 3 mil cadastramentos até o fim do ano. Por enquanto, o cadastro on-line está disponível para a Região Central de Saúde, que compreende, além do Plano Piloto, Cruzeiro, Lago Norte, Lago Sul, Sudoeste/Octogonal e Varjão.

* Com informações da Secretaria de Saúde (SES)



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here