Comunidade escolar desenvolve equipamento que emite ondas para imperdir que animais se aproximem de areas de risco

Projeto desenvolvido por alunos do Colégio Estadual Fruto da Terra, em Chapadão do Céu, no Sudoeste de Goiás, foi classificado entre os 100 primeiros do Brasil no Prêmio Respostas para o Amanhã, uma iniciativa da Samsung e coordenação geral do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (CENPEC Educação).

Sob a orientação do professor Francisco Aílton Rodrigues Ferreira (disciplina Química), cinco estudantes do Fruto da Terra desenvolveram o Projeto Orca, que consiste na construção de equipamento que emite ondas sonoras para afugentar animais, de áreas de risco, em especial de queimadas, bastante corriqueiras no Estado.

“O equipamento pode ajudar os animais silvestres, por exemplo, na fuga de locais onde o fogo é uma ameaça às suas vidas”, destaca o professor.

Francisco lembra que foi o aluno José Vinícuis da Silva Santos, do 2° Ano do Ensino Médio, quem teve a ideia inicial do projeto. “Então, juntamos conhecimentos, inscrevemos o Orca no prêmio, que foi classificado, recebendo como premiação um Kit Arduíno (de robótica) da Samsung”, lembra o professor.

O kit contém vários componentes eletrônicos: uma placa Arduino UNO, módulo WiFi, módulo Bluetooth, multímetro digital, protoboard, jumpers, LEDs, Buzzer, potenciômetro, LDR, chave, resistores, bateria, diodo, power bank, relé e sensores diversos, micro servo motor, motor DC, transistor e capacitores.

Para Francisco, o kit pode ser usado em sala de aula (quando as aulas presenciais voltarem) na disciplina de Física: “com o Kit Arduíno, os alunos podem montar circuitos eletrônicos em robótica”.

Prêmio complete sete anos
O Prêmio Respostas para o Amanhã está em sua sétima edição, sendo uma adaptação do concurso norte-americano Solve for Tomorrow. Trata-se de uma proposta que fomenta o interesse, as competências e as habilidades de jovens de escolas públicas em Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática. Além disso, desafia professores e estudantes a mostrarem como aplicar a abordagem STEM para a busca de soluções inovadoras para problemas reais, sejam locais ou globais.

Desde 2014 o Prêmio Respostas para o Amanhã mobilizou 6.675 projetos, 4.725 escolas, 10.900 professores e 161 mil estudantes de todo o país em busca de soluções inovadoras para transformações locais e globais.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here