O fundador da Hillsong Church, Brian Houston, exortou seus companheiros e pastores a se levantarem contra as restrições impostas na pandemia da covid-19 na Austrália, alegando discriminação aos cristãos pela limitação do número de cultos.

O pastor de Sydney, Austrália, criticou veemente o governo de New South Wales em uma série de postagens na mídia social, por conta das restrições de frequência na igreja, enquanto em outros lugares não existe essas restrições, tendo frequência maleável.

“É hora de os líderes da igreja se unirem para tomar uma posição. Estamos todos comprometidos em manter as pessoas seguras, mas parece que as igrejas nem mesmo estão sendo consideradas para um alívio constante das restrições”, escreveu Houston no Instagram.

De acordo com as normas atuais de NSW, os serviços religiosos não podem ter mais de 100 participantes. Porém, a partir deste mês de dezembro, os casamentos podem ter até 300 convidados, casas de festas podem receber até 500 pessoas sentadas em eventos ao ar livre, e milhares de fãs podem comparecer a eventos esportivos.

O pastor ainda enfatizou que sua igreja é uma das maiores do país e tem práticas seguras contra a covid e é confiável para manter o distanciamento social. Disse também que não está pedindo permissão para lotar a igreja, mas uma coerência no que diz respeito às restrições.

“Claro, assistindo ao futebol e as pessoas torcendo, se abraçando, cuspindo e batendo as mãos, etc., o número de eventos comunitários está crescendo, mas não houve absolutamente nenhuma mudança nas igrejas”, disse Houston ao The Today Show.

Indignado, ele comparou que pode haver 300 pessoas para um casamento, mas nas igrejas só pode haver 100 pessoas, obviamente distantes, sem importar o tamanho do prédio.

Ainda assim, ele salientou que o número de pessoas que estão lutando contra a depressão, ansiedade e outros problemas de saúde mental em meio à pandemia é crescente e que a igreja é essencial para essas pessoas.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here