Após a declaração de Jason Leitch, diretor clínico nacional da Escócia, de que “absolutamente não havia dúvida” de que o Natal não seria normal para os escoceses este ano, o bispo de Paisley respondeu ás sugestões de que as pessoas deveriam preparar o seu Natal digital.

Para o reverendo John Keenan, não existe essa possibilidade de um Natal digital, já que “ninguém  quer” que a celebração anual que lembra o nascimento de Jesus Cristo seja modificada devido à pandemia da covid-19.

Leitch fez sua declaração polêmica sobre as possíveis mudanças na celebração do Natal à BBC Radio Scotland, recebendo o apelido de Grinch, personagem de um filme que faz de tudo para acabar com o Natal dos cidadãos de Quemlândia.

“Não conseguiremos combater esta pandemia, não cuidaremos de nós mesmo e dos outros e não conseguiremos construir um futuro para a próxima geração crescendo em meio ao medo. Devemos ter cuidado para não acabar com a esperança, as consequências disso seriam devastadoras”, enfatizou o bispo.

Por sua vez, a doutora Susan Brown, organizadora do Faith Impact Forum da Igreja da Escócia, disse que o Natal provavelmente será mais “discreto” neste ano. Ela reconheceu que pode ser que a celebração seja muito diferente do que de costume.

“Estaremos orando por pessoas que perderam entes queridos e por aqueles que estão sofrendo com o impacto da COVID-19 e por todos aqueles que, por qualquer motivo, acharão o período do Natal difícil, emocional e psicologicamente” disse Susan.

Susan também afirmou que espera que as comemorações este ano sejam mais discretas, porém não pode deixar de refletir sobre quem realmente importa e sobre a própria história do Natal.

“Para os cristãos, trata-se do milagre do menino Jesus, seu nascimento, símbolo do profundo amor de Deus por todos e que tocou esta terra para trazer à humanidade a paz e a esperança de que precisamos como indivíduos, comunidades, nações e como mundo”, expressou Brown sobre o Natal.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here