Cientistas da Nasa anunciaram nesta segunda-feira a descoberta de molculas de gua na Lua. Isso vai ser importante em futuras misses tripuladas em programas como o Artemis e para a construo de bases permanentes na superfcie lunar.

A descoberta foi feita pelo telescpio infravermelho Sofia. Ele montado dentro de um Boeing 747 e voa a 11 quilmetros de altura. Assim, pode produzir imagens muito mais detalhadas do que os telescpios em solo.

A gua detectada est em uma concentrao de 100 a 400 partes por milho dentro da cratera Clavius. Isso 100 vezes menos do que existe em alguns locais da Terra, como o deserto do Saara. So, basicamente, molculas de gua espalhadas entre as rochas na superfcie. Ou seja, no h poas d’gua nem grandes blocos de gelo na superfcie da Lua.

H muito se especula sobre a existncia de gelo na Lua, mas ele estaria em reas escuras de crateras e cnions. Segundo Paul Hertz, diretor da Diviso de Astrofsica da Nasa, essa descoberta levanta questes sobre os recursos relevantes para explorao das profundezas do espao.

Alm de crucial para manter a vida, a gua pode ser usada para produzir oxignio para os astronautas e hidrognio, que pode ser transformado em combustvel para foguetes e espaonaves. Ento, apesar da pequena quantidade, essa descoberta importantssima para futuras misses.


gua Lua Cincia&Espao





Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here