São Paulo registrou aumento de 37% no número de novos casos de Covid-19 e 34% mais óbitos nos primeiros vinte dias de janeiro, em comparação ao mesmo período de dezembro. Com a piora, o governo do estado fará uma nova reclassificação do Plano São Paulo nesta sexta-feira (22).

Regiões devem regredir da fase amarela para a laranja – a terceira revisão no plano em 15 dias. A fase laranja prevê que basicamente todos os estabelecimentos comerciais podem funcionar, mas com restrições que visam limitar o contágio. Bares não podem ter atendimento presencial, mas restaurantes podem, com ocupação reduzida e horários limitados.

publicidade

As regiões da Grande São Paulo, Campinas, Araraquara, São João da Boa Vista, Barretos são as únicas no estado que estão na fase amarela do plano. Atualmente, só Marília se encontra na fase vermelha, a mais restritiva. Neste ponto, apenas o comércio considerado essencial pode funcionar.

Última atualização deixou onze regiões nas fases mais duras do Plano São Paulo. Foto: Governo de SP/Reprodução

Quando apresentou os números da Covid-19 em São Paulo na última segunda-feira (18), o secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn, alertou que a semana anterior havia sido “a pior semana epidemiológica da pandemia no estado”. Gorinchteyn culpou as festas de fim de ano pelo aumento.

“Adultos e jovens foram os maiores disseminadores da doença. Eles, de forma irresponsável se expuseram e levaram o vírus suas casas, para os seus pais, tios e avós – fazendo com que essas pessoas acabassem internadas”, afirmou o secretário.

Somente em janeiro foram confirmados 196.339 casos novos e 3.935 mortes. No mês passado, entre os dias 1º e 20, foram registrados 142.447 casos e 2934 óbitos. As taxas de ocupação nos hospitais também saltaram: de 61,8% para 70%. O número de pacientes internados é de 13.817, sendo 7.764 em enfermaria e 6.053 em unidades de terapia intensiva, conforme dados das 11h05 desta quarta-feira (20).

publicidade

Os indicadores negativos também forçaram o governo do estado a anunciar restrições mais cedo do que previsto. Inicialmente, a revisão do Plano São Paulo seria realizada apenas em 5 de fevereiro.

Via: UOL

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!






Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here