Na última segunda-feira (25), o Cruzeiro anunciou a saída de Felipão, que deixou o cargo de treinador do clube. Scolari já dava sinais de que não permaneceria na Raposa após turbulências extracampo e o time celeste precisa começar a montar a equipe para 2021, em que tentará, mais uma vez, o acesso à Série B. O nome mais cotado para assumir o cargo de treinador na Toca da Raposa II é o de Felipe Conceição, do Guarani.

Felipe Conceição chegou ao Guarani em outubro do ano passado com a missão de salvar a equipe do interior paulista do rebaixamento para a Série B, situação parecida com a de Felipão no Cruzeiro. Inclusive, o time de campinas é o atual 13º colocado, com 48 pontos, uma posição abaixo da Raposa pelo número de vitórias.

Apesar de ter sido um dos pilares do Guarani na temporada, Felipe Conceição tem um rendimento na Série B abaixo de Felipão pelo Cruzeiro. No comando do time campinense, foram 22 jogos, 10 vitórias, quatro empates e oito derrotas, rendendo um aproveitamento de 53%. Comparando aos números de Scolari, a Raposa fez 21 partidas, venceu nove vezes, empatou oito e perdeu quatro, resultando em um aproveitamento de 55,5%.

Perfil desejado

Mesmo com esse dado comparativo, Felipe Conceição tem em seu histórico mais alguns motivos para atrair os olhos do Cruzeiro. A campanha com o América-MG, em 2019, foi algo marcante, com uma arrancada da briga pelo rebaixamento a luta pelo acesso. O Coelho naquela oportunidade vacilou na última rodada e ficou sem o acesso à elite do futebol, mesmo dependendo apenas dele para conseguir a classificação.

Apesar das notícias de negociação em breve – ou logo ao término da Série B do Campeonato Brasileiro – Conceição é tratado internamente como fundamental nesta engrenagem para disputa do Campeonato Paulista, até porque já iniciou o planejamento, na montagem do elenco e seleção de peças, com a diretoria.











Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here