O recém-empossado Secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, confirmou seu apoio a agenda LGBT através de ações como hasteamento de bandeiras gays nas embaixadas dos Estados Unidos e recriação do cargo de “enviado especial para os direitos humanos das pessoas LGBT”.

Blinken foi aceito pelo Senado dos EUA na terça-feira (26) e compartilhou seus pensamentos sobre as questões LGBT durante sua sabatina na semana passada, que ocorreu antes de Joe Biden assumir a Presidência do país. A posição confirma as promessas do democrata de fazer do ativismo LGBT parte central de sua política externa.

O Secretário de Estado foi questionado se o apoio a agenda LGBT se confirmaria na prática, depois de o governo Trump ter centrado sua política sobre direitos humanos para todos os grupos. Blinken respondeu afirmativamente, dizendo que essa é uma questão “de real urgência”.

“Esta é uma questão, eu acho, de real urgência, vimos aumentar a violência dirigida contra pessoas LGBTQI em todo o mundo. Vimos, creio eu, o maior número de assassinatos de pessoas trans , especialmente mulheres de cor, que já vimos, então acho que os Estados Unidos desempenhando o papel que deveriam estar em defesa e defesa dos direitos das pessoas LGBTQI é algo que o Departamento vai assumir e assumir imediatamente”, disse.

Ele também foi questionado se repudiaria as conclusões do relatório da Comissão sobre Direitos inalienáveis e reafirmaria a aceitação e adesão dos Estados Unidos aos direitos humanos estabelecidos na Declaração Universal dos Direitos Humanos, permitindo também que os embaixadores hasteiem a bandeira gay nas embaixadas.

“Sim para ambos”, pontuou ao responder as perguntas, sinalizando uma completa retomada das pautas que dividem a sociedade.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here