Parte física

O zagueiro colombiano Juan Quintero concedeu entrevista coletiva nessa sexta-feira (12). Na oportunidade, o defensor comentou disse estar se sentindo bem fisicamente, mesmo depois de um longo período afastado dos gramados devido a lesão:

– Fisicamente me sinto bem. Claro que demorei quase 5 meses, e o ritmo de jogo pesa bastante. Mas fisicamente me sinto bem, mentalmente, que para mim é o mais importante, estou muito bem. Feliz de estar podendo ajudar o grupo, que para mim isso é o que mais conta.

Período complicado

Na atual temporada, Quintero ficou um longo período sem poder atuar devido uma lesão no púbis. Diante disso, o colombiano assumiu ter sido um momento complicado, por querer sempre ajudar o restante do time:

– Foi um momento muito complicado, momento muito difícil para mim. Em minha carreira como jogador, não sou de ficar muito tempo de fora. Acho que é só a segunda vez que acontece na minha carreira de ficar um tempo longo de fora. Para mim é complicado, difícil, porque eu sempre quero estar aí ajudando, ver o time bem. Momento difícil, mas graças a Deus deu certo e estou agora ajudando o grupo.

Enderson Moreira

O zagueiro comentou sobre a chegada do treinador Enderson Moreira. Para o colombiano, o atual comandante possui uma ideia clara de jogo, e consegue passar muito bem para os jogadores:

– Desde que chegou o professor Enderson, ele tem uma ideia clara de jogo, que passa muito bem para a gente nos treinos. Ele trabalha muito bem, ele sabe o que quer fazer, posicionar o time em cada jogo. Acho que a gente pegou bem a ideia de jogo dele, e se Deus quiser vai dar certo.

Clima de final

Quintero elogiou alguns companheiros de defesa, alegando que eles estão preparados para fazer coisas boas pelo time. Além disso, o defensor ressaltou que a partida contra o Palmeiras, no próximo domingo (11), é como uma final para o tricolor:

– Todos que estão aqui trabalham para ajudar o Fortaleza. Jackson, Wanderson, Paulão estão preparados para fazer as coisas bem. Uma final para a gente, sabe? Eles vem de uma viagem longa, mas estão aí para jogar. Um time muito grande, muito qualificado. Vai ser uma final para a gente.

Ano difícil

Voltando a falar sobre a lesão no púbis, Quintero enxerga 2020 como um ano difícil para si. Porém, o zagueiro visa terminar bem a temporada, para consequentemente deixar o Fortaleza na Série A, e quem sabe, conseguir algo a mais na competição:

– Para mim foi um ano difícil. Futebolisticamente eu não estava muito bem. Depois eu estava começando a voltar o meu futebol, e machuquei. Irmão, foi uma lesão complicada. Púbis é uma lesão complicada. Foi um ano complicado, mas agora, terminar certo, deixar o Fortaleza onde ele tem que estar e se Deus quiser conseguir coisas mais grandes.

Para ficar por dentro de tudo que acontece no Fortaleza, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.











Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here