Planejando a volta às aulas presenciais, o Governo do Paraná promete protocolos sanitários, mas a situação de muitos colégios é de abandono. O Colégio Estadual São Pedro Apóstolo, por exemplo, que fica no bairro Xaxim, em Curitiba (PR), teve salas de aula fortemente danificadas em junho de 2020.

Leia mais: Cinco mentiras sobre o retorno das aulas presenciais

Após fazer a denúncia nas redes sociais, a professora Sonia Terezinha Dalpissol foi chamada pela direção do colégio e acusada de infringir o Estatuto do Servidor. Foi pedido que apagasse a denúncia no Facebook.

As fotos mostram parte do piso solto e com buracos, infiltrações e mofo no forro e nas paredes e um ambiente totalmente inadequado para receber estudantes. “Além de saber que eu não fiz nada errado, que eu estou no meu direito legal, que a Constituição Federal me garante esse papel de poder denunciar aquilo que eu vejo que está errado, eu tenho a dizer que quem está infringindo a lei é o Governo do Estado, que não cuidou do patrimônio público”, diz a professora.

Opinião: O que você acha do retorno às aulas presenciais em Curitiba?

A reportagem entrou em contato com a Secretaria da Educação e do Esporte (Seed), relatando a denúncia e, até a publicação da reportagem, não obteve resposta. O espaço mantêm-se aberto para posicionamento oficial.

Fonte: BdF Paraná

Edição: Frédi Vasconcelos e Lia Bianchini



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here