Em seu perfil no Twitter, o presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta sexta-feira (12) que conversou com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e que deve trazer ao Brasil um spray nasal para que seja testado no país para enfrentar casos graves de Covid-19.

A droga experimental, chamada de EXO-CD24, foi criada inicialmente para combater o câncer de ovário, mas começou a ser experimentada em pacientes com situação grave de Covid-19. O objetivo do spray nasal não é combater o vírus, mas “acalmar” o sistema imunológico e suprimir o efeito conhecido como tempestade de citocinas, que é uma resposta exagerada do organismo que pode causar uma hiperinflamação que pode ser fatal.

publicidade

Segundo os pesquisadores, o spray nasal utiliza exossomos (daí o “Exo” no nome) para carregar uma proteína chamada CD24 até os pulmões. É essa molécula, que fica localizada na superfície das células, que deve ajudar a regular o sistema imunológico e interromper a reação exagerada que pode ser letal.

Os pesquisadores anunciaram um resultado promissor na primeira fase de testes. Segundo eles, em estudo ainda não publicado, dos 30 pacientes com quadros moderados ou graves tratados com o EXO-CD24, 29 se recuperaram em 5 dias após seu uso.

No entanto, mais estudos devem ser realizados para garantir que esses pacientes não se recuperariam sozinhos, mesmo se não recebessem o medicamento. Para isso, será necessária a fase 3 dos estudos, da qual o Brasil quer fazer parte. Nesta fase, o spray deve ser aplicado em milhares de pessoas e outras milhares devem receber apenas um placebo; é comparando se há uma diferença clara na evolução das pessoas de ambos os grupos que se confirma se o medicamento é ou não eficaz.

O combate à tempestade de citocinas parece ser um caminho efetivo para redução de mortalidade. Até hoje, a única droga demonstradamente eficaz para reduzir as mortes pro Covid-19 foi a dexametasona, um corticoide que atua justamente dessa forma, modulando o sistema imunológico para evitar que ele traga mais danos do que benefícios em seu combate ao vírus.

publicidade

A realização dos ensaios, no entanto, ainda está condicionada à aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O spray nasal EXO-CD24 ainda não está na lista de medicamentos aprovados para testes clínicos no Brasil.





Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here