Charles do Bronx recusou recentemente uma luta contra Michael Chandler que seria realizada no último final de semana no UFC 258. E Dana White prontamente saiu em defesa da decisão do brasileiro em não aceitar tal desafio.

Em entrevista à Complex, o chefão do UFC tratou de explicar a negociação para que do Bronx e Chandler se enfrentassem e justificou a decisão do brasileiro em não querer uma luta contra o ex-Bellator, que estreou no Ultimate vencendo a Dan Hooker como uma luta que foi proposta de última hora e que contrariou o desejo do paulista de querer

– Teve uma oferta para que o Charles enfrentasse o Michael? Sim, mas para sermos juntos com ele, foi em cima da hora. Nós estávamos checando para ver se eles queriam um retorno rápido. Charles disse que queria um camp completo e não há nada de errado nisso – afirmou White, que prontamente rebateu qualquer possibilidade de insinuação sobre as razões do ‘não’ de do Bronx à luta.

– Não quero que isso soe como se o Charles tivesse se recusado a lutar com o Chandler. Não se trata disso e não é verdade. O que Do Bronx não queria era aceitar uma luta de última hora. Se nós pudéssemos fazer isso, faríamos. Se ele quer um camp completo, é totalmente justo – completou.

O desejo de Do Bronx de lutar pelo cinturão tem pesado nas decisões do brasileiro, que só aceitaria subir ao octógono se for para decidir o título dos leves do UFC, este ainda em posse de Khabib Nurmagomedov. E complica a situação de Dana White para poder fazer a divisão seguir seu rumo.











Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here