Site da Rakuten (Divulgação)

SÃO PAULO – Uma mudança inesperada de controle, um pedido de recuperação judicial transformado em falência e uma suspeita de fraude. Esses fatos resumem a situação atual da GenComm, empresa americana que presta serviços para e-commerce e comprou a operação brasileira da japonesa Rakuten.

No processo, os cerca de 2 mil lojistas da antiga Rakuten Brasil tomaram um calote de pouco mais de R$ 50 milhões. Em um momento em que o e-commerce bateu todos os recordes em meio à pandemia, o caminho desses lojistas para reaver esse dinheiro promete ser árduo.

A Rakuten é um conglomerado japonês de tecnologia que fatura mais de US$ 10 bilhões por ano e atua em diferentes segmentos, como e-commerce e streaming de vídeos. No Brasil, e empresa oferecia os serviços de operar a plataforma de comércio eletrônico e intermediar os pagamentos de lojistas.

O caminho até a falência

Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here