SÃO PAULO – O Ibovespa fechou em alta nesta quarta-feira (17) puxado por blue chips na volta do Carnaval. O desempenho positivo se estabeleceu no meio da tarde depois que passou o vencimento de opções sobre o índice, que trouxe volatilidade ao início do pregão.

Esse avanço se seguiu a uma valorização expressiva dos ADRs (na prática, as ações de empresas brasileiras negociadas na bolsa de Nova York) na véspera. O índice Dow Jones Brazil Titans, principal benchmark desses papéis, registrou uma valorização de 1,46% no dia anterior, apesar de hoje ter registrado baixa.

No noticiário político e macroeconômico, a atenção se voltou às discussões de uma nova rodada do auxílio emergencial.

ata da última reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês).

No documento, os integrantes do Federal Reserve escrevem que a economia dos EUA ainda longe do nível que precisa atingir, em uma sinalização de que os juros devem se manter no patamar atual, próximos de zero, por um longo período.

Os membros do Fed notaram ainda que uma demanda mais fraca e declínios anteriores nos preços do petróleo “seguram” a inflação ao consumidor nos EUA.

Com os estímulos fiscais previstos pelo governo Biden, é esperada uma redução no desemprego e uma retomada nas atividades. Como consequência, os dirigentes afirmaram que a inflação nos EUA deve atingir a meta do Fed, de pouco mais de 2% no médio prazo, e ultrapassar moderadamente este nível nos anos seguintes a 2023.

O Ibovespa teve alta de 0,78%, a 120.355 pontos com volume financeiro negociado de R$ 40,115 bilhões.

Enquanto isso, o dólar comercial subiu 0,76% a R$ 5,4142 na compra e a R$ 5,4152 na venda. Já o dólar futuro com vencimento em março tem alta de 0,83%, a R$ 5,418 no after-market.

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2022 subiu quatro pontos-base a 3,39%, o DI para janeiro de 2023 teve alta de oito pontos-base a 5,03%, o DI para janeiro de 2025 avançou sete pontos-base a 6,65% e o DI para janeiro de 2027 registrou variação positiva de seis pontos-base a 7,26%.

Ontem, os juros dos treasuries (os títulos do Tesouro dos EUA) subiram nove pontos-base a 1,3%, maior valor desde fevereiro do ano passado, o que pode diminuir a atratividade do mercado acionário, visto que esses títulos são considerados os ativos mais seguros do mundo.

As vendas no varejo nos EUA cresceram 5,3% em janeiro, bem acima da mediana das projeções dos economistas consultados pelo Wall Street Journal, que apontavam para uma expansão de 1,2%. Se por um lado essa melhora é um bom sinal para a saúde da maior economia do mundo, por outro traz temores de que as expectativas para a inflação sejam elevadas devido ao aumento do consumo das famílias.

O avanço nas cotações do petróleo também traz preocupações inflacionárias, pois encarece os combustíveis. O Barril do petróleo tipo Brent subiu mais uma vez hoje, registrando ganho de 1,7% a US$ 64,42, enquanto o WTI avançou 1,97% a US$ 61,23 cada barril.

Na política, parlamentares democratas americanos pretendem aprovar o pacote de estímulo de US$ 1,9 trilhão em resposta à pandemia de Covid antes do final de fevereiro.

Investidores também acompanham o desempenho das criptomoedas nesta quarta, após o Bitcoin superar a marca dos US$ 52 mil pela primeira vez nesta quarta, dando continuidade à sua valorização para níveis recordes.

Na terça, foram divulgados dados indicando inflação de 0,7% no Reino Unido em termos anuais, acima do esperado. O índice é impulsionado por preços dos alimentos mais altos e menos descontos de artigos domésticos.

A meta do Reino Unido para o ano é de atingir inflação de 2%, e deve ser pressionada à medida que consumidores começam a gastar economias de 125 bilhões de libras esterlinas adicionais, feitas pelos britânicos durante os lockdowns, que limitaram a capacidade da população de gastar.

As ações na Ásia fecharam em baixa na quarta, seguindo a queda nos mercados americanos no overnight. Investidores acompanham os dados sobre a alta recente de juros de títulos do Tesouro americano. As bolsas continuaram fechadas na China continental como parte do feriado do Ano Novo Lunar.

Relatório Focus

Em meio ao aumento dos preços, o mercado financeiro revisou para cima as projeções para a Selic e agora vê a taxa básica de juros encerrando 2021 a 3,75% ao ano, acima dos 3,50% estimados na semana passada. Os dados constam no relatório Focus, divulgado pelo Banco Central excepcionalmente nesta quarta-feira (17), por conta do feriado de carnaval.

Segundo o boletim, ainda é esperada, contudo, uma manutenção dos juros na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), em março. Já até dezembro de 2022, a expectativa dos especialistas é que a Selic suba para 5,00%, sem alterações em relação ao levantamento anterior.

Os economistas consultados pelo BC elevaram ainda as projeções para a inflação este ano, pela sexta semana consecutiva, desta vez, de 3,60% para 3,62%. Já para o próximo ano, a expectativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) se manteve em 3,49%.

No que tange às expectativas para o desempenho da economia brasileira, estas tiveram uma piora nesta semana, com o mercado estimando expansão de 3,43% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2021, ante projeção anterior de crescimento de 3,47% da atividade. Em 2022, é esperada uma expansão de 2,50% do PIB, a mesma do último boletim.

Por fim, no câmbio, o mercado vê o dólar encerrando dezembro negociado a R$ 5,01, com a moeda americana negociada a R$ 5,00 ao fim de 2022, sem mudanças ante o levantamento anterior.

Radar Corporativo

Seguindo o movimento de ontem, as ações da Vale e de siderúrgicas como Usiminas e CSN avançaram. No radar do mercado, está ainda o IPO da CSN Mineração na sexta-feira, com a captação de R$ 5,2 bilhões.

O grande destaque, contudo, fica para as ações da Embraer, que avançaram mais de 14%, apesar do cenário ainda complicado para a fabricante de aeronaves em meio ao cenário de pandemia.

Em destaque, a Bloomberg informou que a Lufthansa está em negociações sobre a troca de alguns pedidos de aeronaves maiores por modelos menores de longa distância, ajudando a adaptar sua frota a uma queda duradoura nas viagens de negócios intercontinentais, enquanto a crise do coronavírus aumenta a demanda. A agência cita a fala de Carsten Spohr, CEO do grupo Lufthansa, em um Simpósio da London School of Economics. Spohr apontou que está em conversas com a Embraer, cujos aviões regionais são operados pela Lufthansa, Austrian e Air Dolomiti.

Na última semana, a Zacks Investment Research elevou a recomendação para os ADRs ERJ de Embraer de venda para manutenção, estabelecendo um preço-alvo de US$ 7,75 para os ativos.

Maiores altas

Ativo Variação % Valor (R$)
EMBR3 14.48413 11.54
PRIO3 10.3028 87.79
USIM5 5.91966 15.03
BEEF3 5.21921 10.08
MRFG3 4.17522 15.22

Maiores baixas

Ativo Variação % Valor (R$)
RADL3 -3.24575 25.04
WEGE3 -3.13834 83.95
ENEV3 -3.10035 70.01
EGIE3 -2.87582 44.58
EQTL3 -2.8438 22.89

Já a Rumo chegou a cair forte e virou após divulgar que o seu volume consolidado transportado caiu 20% em janeiro na comparação anual, principalmente por conta da diminuição do volume de soja. Apesar da queda, o Credit destaca a notícia como neutra uma vez que o mercado já esperava um atraso na safra e que parece natural esperar uma compensação nos próximos meses. Açúcar, fertilizantes, milho e farinha de soja ajudaram a compensar a queda vista em janeiro, apontou.

Já pensou em ser um broker? Esta série gratuita do InfoMoney mostra como entrar para uma das profissões mais bem remuneradas do mercado. Deixe seu e-mail abaixo para assistir.





Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here