(Bloomberg) — Metais industriais são negociados nos maiores níveis dos últimos anos com apostas de que a recuperação econômica após a pandemia e pressão mundial por fontes de energia mais limpas e mais verdes liberem uma forte demanda reprimida.

Em segmentos como metais básicos, insumos essenciais, baterias e eletrodomésticos, o consumo pós-crise ameaça superar a oferta de curto prazo. Governos e empresas no mundo todo anunciam metas de zerar as emissões líquidas, a Europa lançou um pacote de iniciativas ambientais como parte do plano de crescimento, e o presidente dos EUA, Joe Biden, prometeu US$ 400 bilhões em pesquisa e desenvolvimento de energia limpa em 10 anos.

Isso deve expandir a demanda por metais e impulsionar empresas em toda a cadeia de suprimentos. As ações da Tesla subiram mais de 300% nos últimos 12 meses com a sólida perspectiva para veículos elétricos, enquanto mineradoras como Glencore e BHP se mostram cada vez mais otimistas com o cenário para as matérias-primas. O crescente otimismo até gerou previsões sobre um possível novo superciclo das commodities.

Níquel e cobre

Clique aqui ou deixe seu e-mail abaixo para saber de graça como aproveitá-la.





Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here