Começou nesta quinta-feira (18) a vacinação contra a covid-19 na Venezuela, com a utilização da vacina russa Sputnik V. As 100 mil doses do medicamento que chegaram ao país no último sábado (13) estão sendo aplicadas, neste primeiro dia, na capital Caracas e nos estados de Miranda e La Guaira.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, comemorou o início da campanha massiva de vacinação pelo seu perfil no Twitter: “É um dia histórico. Em 18 de fevereiro (#18Feb) iniciamos a primeira etapa de imunização com a Sputnik V, a vacina mais segura do mundo”.

O canal estatal VTV publicou nas redes sociais vídeos da aplicação da vacina em centros hospitalares do país, como no Hospital José María Vargas, em La Guaira; o Hospital Victorino Santaella, em Miranda; e outros da Grande Caracas.

A vacina russa é a única aprovada na Venezuela até o momento e será aplicada nesta primeira etapa nos setores de saúde, em membros de órgãos de segurança, funcionários públicos e deputados da Assembleia Nacional, enquanto a vacinação em massa da população terá início em abril, anunciou o presidente.

:: Leia mais: Panorama da vacina: México inicia vacinação e Colômbia recebe primeiras doses ::

O acordo assinado entre Venezuela e Rússia prevê a aquisição de 10 milhões de vacinas em um ano. A eficácia da vacina Sputnik V contra a covid-19 é de 91,6%, segundo pesquisa publicada na revista científica The Lancet

No dia 13 de Janeiro, o Ministério da Saúde venezuelano informou sobre o registro da vacina para utilização emergencial em território venezuelano.

Antes disso, a Venezuela participou da fase 3 dos ensaios clínicos do imunizante russo, com 2.000 voluntários. Para essa fase, recebeu um carregamento em outubro do ano passado.

Edição: Vivian Fernandes





Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here