O Ministério Público Federal (MPF) vai investigar a conduta do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, no combate à pandemia do coronavírus.

A Procuradoria da República do Distrito Federal abriu inquérito civil para apurar se ele cometeu improbidade administrativa. 

O objetivo do MPF é levantar “aspectos relacionados aos fatos que já são objeto de outros procedimentos em tramitação”, que tratam sobre a covid-19″.

Entre os temas do inquérito, estão os processos de aquisição de vacinas e de organização do plano de imunização, os valores direcionados à compra de medicamentos sem efeito contra o coronavírus e a baixa execução orçamentária para ações de controle da pandemia. 

Mais sobre o tema: Cresce a percepção de que governo deve ser responsabilizado pelo avanço da pandemia

Serão cobradas informações do Exército e Aeronáutica sobre o dinheiro gasto e a estrutura usada para produção, compra e distribuição de cloroquina a pedido do Ministério da Saúde.

O medicamento é defendido pelo governo federal, mas não funciona contra a covid.

O Conselho Federal de Medicina (CFM) será provocado a se manifestar sobre a utilização da plataforma TrateCov. O aplicativo do Ministério da Saúde, orientava médicos a receitar essas substâncias.

Além disso, a pasta terá 15 dias para detalhar as negociações com laboratórios farmacêuticos para compra de vacinas e quanto dinheiro foi investido até agora para essa finalidade. 

Números da pandemia

Nesta segunda-feira (22), o Brasil registrou 26.986 novos casos de covid-19, segundo dados divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

O total de contaminados desde que o vírus foi registrado pela primeira vez ultrapassou 10,1 milhões.

A média móvel de óbitos está acima de mil desde 21 de janeiro. O cálculo é feito a partir da soma de todos os registros dos últimos sete dias, dividida por sete. 

Somente nas últimas 24 horas houve a confirmação de 639 casos fatais e o total mortes por covid chegou a 247.143.

Saiba o que é o novo coronavírus

É uma vasta família de vírus que provocam enfermidades em humanos e também em animais.

Organização Mundial da Saúde (OMS) indica que tais vírus podem ocasionar, em humanos, infecções respiratórias como resfriados, entre eles a chamada “síndrome respiratória do Oriente Médio (MERS)”.

Também pode provocar afetações mais graves, como é o caso da Síndrome Respiratória Aguda Severa (SRAS).

A covid-19, descoberta pela ciência mais recentemente, entre o final de 2019 e o início de 2020, é provocada pelo que se convencionou chamar de “novo coronavírus”. 

Como ajudar quem precisa?

A campanha “Vamos precisar de todo mundo” é uma ação de solidariedade articulada pela Frente Brasil Popular e pela Frente Povo Sem Medo.

A plataforma foi criada para ajudar pessoas impactadas pela pandemia da covid-19. De acordo com os organizadores, o objetivo é dar visibilidade e fortalecer as iniciativas populares de cooperação.

Edição: Leandro Melito



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here