Presidente da República, Jair Bolsonaro durante reunião com o Ministro da Economia, Paulo Guedes.

(Foto: Isac Nóbrega/PR)

(Bloomberg) – Paulo Guedes entrou no governo Jair Bolsonaro em 2019 como um super ministro cuja missão era consertar a maior economia da América Latina por meio de um ambicioso programa de privatizações, desregulamentações, corte de gastos e de impostos.

Dois anos depois, é seu chefe, que reconhecidamente não entende nada de economia, que passou a dar as cartas, se afastando da agenda favorável ao mercado, enquanto Guedes enfrenta um contínuo processo de desgaste que afeta sua credibilidade.

A decisão de Bolsonaro de substituir o presidente da Petrobras (PETR3;PETR4), Roberto Castello Branco — após divergência sobre os preços dos combustíveis — fez o mercado brasileiro despencar na segunda-feira, quando o investidor interpretou a mudança como um sinal de que a era Guedes se aproxima do fim.

como conseguiu extrair da Bolsa em um mês o que ganhava em um ano em seu antigo emprego. Deixe seu e-mail para assistir de graça.





Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here