Sobreviver é a palavra de ordem na Haas, que apresentou nesta quinta-feira (4) seu carro para a temporada 2021. Pintado com as cores da bandeira da Rússia, algo impensável nos tempos de Guerra Fria, a equipe americana se une aos russos da patrocinadora Uralkali, com os olhos já no ano que vem.

Para esse ano, a injeção de dinheiro da empresa de Dmitry Mazepin não resultou em grandes alterações no carro, o VF-21. A esperança é uma melhora significativa na unidade de potência fornecida pela Ferrari, o que poderia fazer o bólido render mais. “É definitivamente um caso de mudança, mas espero que voltemos a estar no bolo para marcar alguns pontos nestas corridas”, disse Gene Haas, dono da equipe.

A Haas já avisou que não vai desenvolver o carro ao longo de 2021, mesmo correndo o risco de uma temporada perdida, para focar inteiramente no desenvolvimento do carro de 2022, adequado ao novo regulamento técnico.

MAIS APRENDIZADO, MENOS POLÊNICAS

Enquanto o carro é um detalhe dentro da Haas, os pilotos recebem mais atenção: para Mick Schumacher e Nikita Mazepin (filho de Dmitry), é a oportunidade perfeita para aprenderem a guiar na Fórmula 1 e cometerem os erros esperados de novatos na categoria. Erros que deveriam ser cometidos apenas na pista.

Ainda sem estrear, Nikita já se envolveu em problemas. Aproveitando as atenções voltadas para si, falou sobre o vídeo que o flagra apalpando os seios de uma mulher, no banco traseiro de um carro. “Não me comportei como deveria. A fase de transição entre perceber o que conquistei e estar na Fórmula 1 foi muito curta, e não me adaptei a isso como deveria. Assumi a responsabilidade por isso e estou pronto para continuar assumindo”, declarou o piloto de 22 anos.

Questionado se teria se desculpado com a mulher que aparece na gravação, Mazepin não quis comentar o que classificou como “assunto privado”. Na época, a equipe firmou que trataria o assunto internamente, apesar dos protestos nas redes sociais que pediam a demissão do piloto.

A temporada da Fórmula 1 começa no fim de março, no Bahrein. Até o momento, McLaren, AlphaTauri, Alfa Romeo, Red Bull, Mercedes, Alpine e Aston Martin já apresentaram seus carros, restando a Williams e a Ferrari.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.











Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here