Já imaginou fazer um tour por Marte? Isto é possível graças a uma nem tão nova plataforma do Google, o Google Mars, que permite explorar o planeta vermelho e todos os seus detalhes.

A ferramenta foi criada em 2009, mas só em 2012 foi renderizada ganhando mais forma e funções. Ela é muito parecida com o Google Earth, só que do planeta que fica localizado a 480 milhões de quilômetros de distância da Terra. Suas funcionalidades reúnem fotos, dados geográficos e várias outras informações que valem a pena conferir. O app permite dar aquela olhadinha nas planícies, crateras, montanhas, dunas e toda superfície do local, incluindo as naves espaciais que estiveram no planeta juntamente com suas histórias. E ao checar tudo isso, você ainda pode escolher se quer visitar Marte com a visão “normal”, em infravermelho ou em cores que sinalizam a altitude.

publicidade

Todo o processamento de informações do recurso vem de uma parceria entre o Google e a Universidade Arizona State, dos Estados Unidos. Recentemente, a Nasa, que está com a Missão Mars 2020 em andamento, pousou o rover Perseverance em Marte, o que indica que logo a plataforma deve se atualizar, recebendo bem mais dados e imagens, já que as existentes hoje são resultado dos últimos anos de coleta, através de sondas e satélites também da Nasa.

E vamos ao que interessa: como “visitar” Marte pelo Google Mars?

O Google Mars pode ser acessado tanto pelo celular, quanto pelo computador. Você pode apenas escrever no campo de pesquisa o nome do aplicativo que já aparece. Você também pode acessar pelo Google Earth colocando-o na função Marte.

No menu, você encontra 3 opções: “Elevation”, que mostra a imagem colorida da superfície representando as altitudes, ou seja, mostrando o que são crateras e o que são montanhas.

Ferramenta do Google permite que usuários "visitem" Marte
Elevation. Imagem: Reprodução/Google Mars

No “Visible” você tem uma imagem em preto e branco, que é a mais realista apesar da cor.

publicidade

Visible. Imagem: Reprodução/Google Mars

Já o “Infrared” registra as variações de temperatura do planeta e mostra uma imagem livre de nuvens ou partículas da atmosfera.

Infrared. Imagem: Reprodução/Google Mars

Na opção “Spacecraft” você conhece todos os pontos onde naves pousaram e obtém informações sobre o resultado daquela missão. Inclusive, a plataforma já possui dados sobre a chegada do Perseverance na cratera Jezero.

Spacecraft. Imagem: Reprodução/Google Mars

Uma curiosidade, o Google Maps também possui uma versão “Space” em suas funcionalidades. Por lá você navega de forma simplificada pelos planetas do Sistema Solar e até pela lua.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!





Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here