O Atlético-MG goleou o Uberlândia por 4 a 0 na noite deste domingo (7), no Mineirão e se mantém na liderança do Campeonato Mineiro. Em entrevista coletiva, o técnico da comissão fixa do clube, Lucas Gonçalves contou sobre a importância do gol de Zaracho para quebrar a defesa adversária e como a equipe atleticana desempenhou um bom papel na goleada desta noite.

— O primeiro tempo foi bastante difícil, o Uberlândia veio com uma proposta de fechar os espaços, jogar um jogo mais reativo, tentando explorar alguns contra-ataques ou bola parada. O mérito da bola parada em nosso favor foi importante para que abrisse o placar e conseguisse facilitar um pouco mais as coisas, porque, dessa forma, o Uberlândia teria que sair para buscar o empate. O jogo ainda ficou um pouco amarrado no primeiro tempo, no segundo tempo tivemos um pouco mais de dinâmica, precisávamos acelerar um pouco a bola, porque ficava muito no pé dos nossos zagueiros, ia para a lateral e não tinha tanta velocidade. No segundo tempo, com a qualidade que nossos jogadores tem, principalmente em situações de drible no último terço, conseguimos as oportunidades de gol e fomos felizes ao marcar quatro gols na partida.

Lucas Gonçalves, ainda, falou sobre a importância do desempenho dos jovens jogadores das categorias de base do Atlético-MG, que vem entrando nos jogos do Campeonato Mineiro e jogando muito bem.

— A produção dos jovens é muito importante, são sete jogadores promovidos nesses últimos três jogos. São promissores, o futuro do clube e a gente coloca eles em uma situação importante, que eles podem aproveitar.

Estreia de Hulk

O jogo diante do Uberlândia marcou a estreia de Hulk com a camisa alvinegra, que concedeu uma assistência para Diego Tardelli marcar o quarto gol atleticano. Lucas falou sobre essa relação entre os dois atacantes e vê com bons olhos essa dupla para o futuro do Atlético-MG.

— O Hulk passa por uma readaptação ao futebol brasileiro, depois de quatro semanas de treinamentos intensos. Ele fez um jogo com uma boa dinâmica, se movimentou bem, fez algumas combinações muito boas com o Diego Tardelli. É um jogador que naturalmente vai acabar se soltando cada vez mais e, com certeza, vai ajudar bastante o Atlético na sequência.

Apesar de ser sua estreia no Atlético-MG e primeira partida no futebol brasileiro depois de voltar da Europa, Hulk jogou os 90 minutos da partida. Lucas Gonçalves contou que o jogador já estava preparado para jogar o jogo inteiro antes mesmo dele começar. E, com isso, fez outras substituições priorizando os jovens da base.

— O Hulk estava muito preparado, antes mesmo de começar a partida, de aguentar os 90 minutos. Lógico que a questão de substituição ou não é uma circunstância do jogo. A gente achou interessante fazer algumas outras trocas, ele estava em condições de terminar o jogo e assim foi.

Diego Tardelli

Lucas Gonçalves também falou sobre Diego Tardelli, atacante que renovou o seu contrato recentemente com o Galo e marcou dois gols em dois jogos no Campeonato Mineiro.

— O Tardelli foi muito bem nos dois jogos que ele participou, é um jogador que dispensa apresentações, ajudou muito na questão técnica, fez dois gols, e também foi referência para os jovens jogadores. É um jogador de muita movimentação e muita técnica. Toda vez que ele faz esses movimentos de saída da área, acaba abrindo espaço para outros ou ele consegue um primeiro drible e aproveita os espaços.

Oportunidade de comandar a equipe principal

Lucas Gonçalves comandou os três primeiros jogos do Atlético-MG no Estadual e conseguiu 100% de aproveitamento, liderança e aproveitamento da base. Para ele, foi entregue o trabalho necessário para a comissão de Cuca chegar.

— Acaba sendo uma realização pessoal, mas o mais importante era que a gente, como comissão técnica permanente, fizesse nossas atribuições, de fazer o papel de transição entre uma comissão técnica e outra. Mas, por outro lado, ficamos felizes pela confiança que o clube nos dá.











Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here