Notice: Undefined variable: open_graphite_head in /home/dfmanche/public_html/wp-content/plugins/open-graphite/_open_graphite.php on line 590

Pastores falam sobre crescimento do movimento LGBT: “Tema urgente”


Os pastores Josué Gonçalves e Estevam Fernandes, comentaram em suas redes sociais recentemente, a respeito do crescimento do número de homossexuais na igreja.

O pastor Josué Gonçalves, terapeuta familiar e líder da Igreja “Família Debaixo da Graça”, falou sobre o tema em vídeo postado em seu Instagram na última segunda-feira (25).

“Há um número grande de homossexuais na igreja”, declara o reverendo.

O pastor em questão, explica no vídeo que não está referindo aos novos convertidos, ou seja, aqueles que chegaram na igreja com essa prática, mas sim aos jovens que já eram de dentro da própria comunidade.

“São os filhos de famílias da igreja que, de repente, se declararam homossexuais”, esclareceu.

Estevam Fernandes, pastor e psicólogo que estava no mesmo evento, considerou o tema como “urgente e contemporâneo”.

Relatou também, sobre uma situação ocorrida na Primeira Igreja Batista de João Pessoa, na qual, é pastor presidente.

Estevam disse que eu sua igreja, há um grupo que realiza coreografia e dança feminina chamado “Corpo e Luz”.

Um senhor começou a frequentar a igreja porque a filha fazia parte do grupo e tinha amizade com os jovens mesmo em tempo de pandemia.

“O pai [novo convertido], que é um empresário da cidade, ficou tão feliz que começou a levar a filha para os ensaios, mas percebeu diferença no comportamento dela”, relatou.

“Resumindo, o pai teve acesso ao celular da filha e descobriu que havia um grupo de umas quatro meninas que tinham encontros lésbicos no banheiro da igreja”, continuou.

Diante da situação, o pastor lamentou o ocorrido, e a menina conversou com o pai dizendo o seguinte:

“Eu não era assim, eu aprendi na igreja”, disse a menina.

O pai entrou em contato com o pastor em busca de ajuda, e ele foi sincero com relação ao ocorrido.

“Eu não sei o que fazer, mas vou orar e vamos construir um caminho”, disse o pastor.

Mesmo após situação complicada, Estevam Fernandes orientou o público a não excluir, condenar ou desprezar ninguém.

“Ainda não sei o que fazer, é muito recente. Só sei que foi na minha igreja e não posso negar”, lamentou ele.

Mais um caso foi relatado pelo pastor. Dessa vez, foi um jovem do louvor que tocava violão, considerado uma benção para a igreja que o procurou para se abrir.

“Pastor, eu decidi sair do armário. Eu sou gay e estou apaixonado por um rapaz aqui da própria igreja”, disse o jovem ao pastor.

O jovem em questão, entregou o ministério e diz estar ciente de que o pastor discorda de sua prática, mas que ele não consegue viver nessa “esquizofrenia comportamental”.

“É por isso que eu ministro muito aos pais e venho insistindo para que estejam mais presentes na vida dos filhos, para que se antecipem a um problema como este”, compartilhou o pastor Josué Gonçalves.

De acordo com o pastor Josué, a homossexualidade pode se relacionar com a ausência do pai.

O alerta está sendo feito há vários anos, principalmente ao que se refere a ideologia de gênero, segundo os pastores.

“É importante, urgente e necessário. Em Romanos 1.25-28, onde Paulo diz que “a verdade de Deus foi trocada pela mentira”, comentou o pastor.

Pastor Josué disse também, que a ideologia de gênero está colocando filhos e netos em risco e faz parte de um projeto para destruir a família.

Além disso, Josué relacionou os divórcios, uniões livres, abortos e pornografia com a questão do prazer e ideologia de gênero.

“Frutos de uma sociedade mergulhada na cultura do prazer. Essa desordem moral está desabando sobre as famílias”, concluiu.





Source link


Os pastores Josué Gonçalves e Estevam Fernandes, comentaram em suas redes sociais recentemente, a respeito do crescimento do número de homossexuais na igreja.

O pastor Josué Gonçalves, terapeuta familiar e líder da Igreja “Família Debaixo da Graça”, falou sobre o tema em vídeo postado em seu Instagram na última segunda-feira (25).

“Há um número grande de homossexuais na igreja”, declara o reverendo.

O pastor em questão, explica no vídeo que não está referindo aos novos convertidos, ou seja, aqueles que chegaram na igreja com essa prática, mas sim aos jovens que já eram de dentro da própria comunidade.

“São os filhos de famílias da igreja que, de repente, se declararam homossexuais”, esclareceu.

Estevam Fernandes, pastor e psicólogo que estava no mesmo evento, considerou o tema como “urgente e contemporâneo”.

Relatou também, sobre uma situação ocorrida na Primeira Igreja Batista de João Pessoa, na qual, é pastor presidente.

Estevam disse que eu sua igreja, há um grupo que realiza coreografia e dança feminina chamado “Corpo e Luz”.

Um senhor começou a frequentar a igreja porque a filha fazia parte do grupo e tinha amizade com os jovens mesmo em tempo de pandemia.

“O pai [novo convertido], que é um empresário da cidade, ficou tão feliz que começou a levar a filha para os ensaios, mas percebeu diferença no comportamento dela”, relatou.

“Resumindo, o pai teve acesso ao celular da filha e descobriu que havia um grupo de umas quatro meninas que tinham encontros lésbicos no banheiro da igreja”, continuou.

Diante da situação, o pastor lamentou o ocorrido, e a menina conversou com o pai dizendo o seguinte:

“Eu não era assim, eu aprendi na igreja”, disse a menina.

O pai entrou em contato com o pastor em busca de ajuda, e ele foi sincero com relação ao ocorrido.

“Eu não sei o que fazer, mas vou orar e vamos construir um caminho”, disse o pastor.

Mesmo após situação complicada, Estevam Fernandes orientou o público a não excluir, condenar ou desprezar ninguém.

“Ainda não sei o que fazer, é muito recente. Só sei que foi na minha igreja e não posso negar”, lamentou ele.

Mais um caso foi relatado pelo pastor. Dessa vez, foi um jovem do louvor que tocava violão, considerado uma benção para a igreja que o procurou para se abrir.

“Pastor, eu decidi sair do armário. Eu sou gay e estou apaixonado por um rapaz aqui da própria igreja”, disse o jovem ao pastor.

O jovem em questão, entregou o ministério e diz estar ciente de que o pastor discorda de sua prática, mas que ele não consegue viver nessa “esquizofrenia comportamental”.

“É por isso que eu ministro muito aos pais e venho insistindo para que estejam mais presentes na vida dos filhos, para que se antecipem a um problema como este”, compartilhou o pastor Josué Gonçalves.

De acordo com o pastor Josué, a homossexualidade pode se relacionar com a ausência do pai.

O alerta está sendo feito há vários anos, principalmente ao que se refere a ideologia de gênero, segundo os pastores.

“É importante, urgente e necessário. Em Romanos 1.25-28, onde Paulo diz que “a verdade de Deus foi trocada pela mentira”, comentou o pastor.

Pastor Josué disse também, que a ideologia de gênero está colocando filhos e netos em risco e faz parte de um projeto para destruir a família.

Além disso, Josué relacionou os divórcios, uniões livres, abortos e pornografia com a questão do prazer e ideologia de gênero.

“Frutos de uma sociedade mergulhada na cultura do prazer. Essa desordem moral está desabando sobre as famílias”, concluiu.





Source link

More from author

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

publicacação recente

Advertismentspot_img

Latest posts

Minerva Foods registra lucro de 264% no 2º tri; BB bate recorde

Flash Por que as ações da Minerva Foods (BEEF3) registravam a maior alta do Ibovespa nesta quinta-feira (11)? Confira no Flash! Publicado 31 minutos atrás em...

Unha inflamada: Como cuidar e Remédios

A unha inflamada acontece devido a uma infecção na pele ao redor da unha, que pode ser causada por uma unha encravada, por ferimentos...

Want to stay up to date with the latest news?

We would love to hear from you! Please fill in your details and we will stay in touch. It's that simple!

%d blogueiros gostam disto: