Bolsonaro critica politização da tragédia em Recife

Bolsonaro critica politização da tragédia em Recife

Bolsonaro critica politização da tragédia em Recife



e era pesa Civil de Pernambuco confirma mais de mortos em decorrência das enchentes e deslizamentos que assolam o estado a repercussão dessa tragédia a gente consegue agora com a resposta aplicativos eu Souto Maior boa noite para você katiucia a um desalinho entre os governos federal e estadual né Oi boa noite Brown Lívia todo mundo que acompanha a gente aqui na Jovem Pan infelizmente não bastasse a situação crítica para as famílias

que estão sofrendo com a tragédia a esse desagradável embate político entre situação e oposição o presidente bolsonaro visitou a região nesta segunda-feira e fez um sobrevoo por áreas afetadas Ele disse que faltou iniciativa do governador de Pernambuco Paulo câmera que não procurou para discutir ações para mitigar efeitos dos temporais joga Governador disso não ter sido comunicado da visita presidencial ao estado nesta segun da

bolsonaro lembrou apoio do governo federal em tragédias semelhantes citou casos recentes das chuvas no sul da Bahia norte de Minas Gerais em Petrópolis e disse que se o governador ligar ele vai atender e ainda que neste momento de crise é preciso esquecer questões políticas quando ouvir o governador no momento do PIS tem que esquecer essa comissão política arregaça as mangas e vim trabalhar de fato para o finance fazer polícia em cima

da desgraça de alguns como infelizmente aconteceu que perderam parentes mesmo quero saber de quem vai votar esse ano é para você já colocar GO e o governo federal anunciou a liberação de recursos e benefícios para as pessoas atingidas pelos desastres em Pernambuco por meio do benefício de prestação continuada e de saques emergenciais do FGTS além de crédito extraordinário repasse de verbas para Govern o do Estado e prefeituras

inicialmente serão milhões só para Pernambuco em ações para reconstruir os desastres as áreas que foram destruídas por causa da chuva nos últimos dias ainda confirmação da morte de pessoas a desaparecidos o número de desabrigados passa de quatro mil e são pelo menos doze pontos de deslizamentos e municípios que decretaram situação de emergência pelas redes sociais o prefeito de Recife J oão Campos informou que as festas

juninas foram canceladas após dois anos sem festejos por conta da pandemia a expectativa era de retomar as programações deste ano as redes sociais então ele informou que o foco neste momento é a salvar vidas reforçando as ações de apoio é mais importadas na tragédia provocada pelas fortes chuvas a deputada Marília Arraes também postou que solicitou a criação de uma comissão temporár ia externa para acompanhar e avaliar a situação de

emergência em Pernambuco de modo a aplicar corretamente os recursos destinados ao apoio EA reestruturação das cidades atingidas das famílias afetadas quem também se manifestou foi o presidente russo Vladimir Putin que prestou solidariedade pelas trágicas consequências dos temporais no nordeste brasileiro em um telegrama endereçado ao presidente bolsonaro e também em nota publicada no site do kremlin eu volto com vocês ok obrigado boa

noite Alfredo Scaff queria começar a te ouvindo os casos sobre essa questão política né como agachou-se e levantou o presidente Jair bolsonaro e o governador de Pernambuco Paulo Câmera trocaram farpas hoje ambos acusando um ao outro de tornar essa questão política né de ca se envolvendo com uma questão política no meio dessa tragédia toda como é que você viu esse episódio os carros é realmente grau estratégia não combina com política o

que na verdade é que amar política ela ajuda a a tragédia e eu dou o exemplo os prefeitos que existe que estão sabendo Quais são as áreas de risco não tomam providências para tirar as pessoas de área de risco porque o que eles acham que vão perder voto quantas áreas de risco nós temos no Brasil milhares milhares de áreas de risco e não é o governador que é o culpado porque ele não está lá na esquina fiscalizando aonde área de risco não é

o governo federal também que se pode culpar por uma área de risco que está no município o que precisa ser feito grau na minha opinião é punir os prefeitos une severamente os prefeitos como não repasse de verbas se houver gente em área de risco porque a área de risco causa a tragédia e depois o dinheiro vem para consertar o quê e isso traz mais que a vida conserta-se uma casa conserta-se uma rua mas não traz a vida de volta então os

prefeitos estão inertes isso acontece todos os anos há muitas décadas e os prefeitos não tem firmeza política para não permitir moradia em área de risco isso deveria vir de uma lei federal que proíbe se moradia em área de risco sob pena do município terá sanção de não receber os repasses da união é a única forma que os prefeitos vão entre "ter um pingo de vergonha na cara e firmeza política de não deixar essas tragédias mais acontecerem

e serem preventivos proibindo pessoas de morar em área de risco e você morta concorda com o Skaf quando diz que essa questão Habitacional a ocupação desordenada de algumas áreas de risco está no centro dessa discussão o principal problema que deságua em situações como essa de desastres naturais e uma tragédia como a gente está noticiando desde a semana passada Sem dúvida tem toda a razão não é verdade isso não é um problema só

de Pernambuco não é um problema só do Brasil a gente pede vez em quando ver também tragédias nos Estados Unidos tragédias em outros países o que acontece é que é de uma forma geral a população aumenta as pessoas passam a morar em áreas que apresentam maior risco risco de furacão risco de alagamento e risco de terremoto risco de Tsunami quando esses desastres acontecem muita gente morre nos países em desenvolvimento nos países com

menos recursos essas tragédias tem um impacto muito maior né porque são pessoas que já levam ajuda muito difícil uma tragédia dessas elas perdem tudo e é muito difícil Oscar tem toda razão mas é muito se você controlar isso porque não dá voto imagina o prefeito que realmente fiscalizasse e fizesse a rem oção de pessoas que moram em área de risco provavelmente esse prefeito teria um único mandato nunca mais seria eleito Paraná e

agora Constantina precisa fiscalização também daqui para frente né Não só em relação à ocupação desordenada como o escape Mota venham falando mas também para saber como é que vai ser da aplicação do dinheiro que foi liberado pelo Governo Federal né uma quantia expressiva foi anunciada aí pelo Gov erno Federal liberação de um bilhão de reais para esses trabalhos todos de reconstrução mas é preciso acompanhar para ver se esse dinheiro vai

chegar a ponta da linha né se é o morador que perdeu uma casa que perdeu a a ocupação dele levada pelo temporal se essa pessoa vai receber de fato vai ter condições de Reconstruir a vida ou para onde vai esse dinheiro não é uma questão de fiscalização agora também né constante nã o é sem dúvida a brawn Isso aí é um fator importante a ser levado em conta porque o papel do governo federal nessas tragédias é assinar cheque e Como disse já

os carros né isso acaba gerando um mecanismo perverso de incentivos ali ó vou também é meio cruel imaginar que quando acontece uma vez que tem é casas moradias irregulares estão atingidas a April Às vezes a gente pensar que o governo federal é poderia não mandar esse recur so se tivesse uma regra uma lei visando a melhoria a longo prazo dessa questão toda faria sentido mas naquele momento ia ser uma comoção nacional é muito pesada em cima

do governo federal então o papel do governo assina cheque e tem que ter algum tipo de supervisão de fiscalização para nesses de esse recurso de vão mesmo ao destino que interessa sobre a fiscalização acho que o modo já disse o importante é um dilema São pessoas que estão em situação difícil então não é trivial simplesmente tirar tem que ter alguma alternativa né mas isso me me remédio é uma situação análoga que eu fui pensando enquanto

modo de dizer difícil realização de veículos nas rodovias eu sempre eu pegava sempre a rio-santos que não é das melhores rodovias ali e a gente via trafegando carros e estavam que claramente não estava em condição detalhe e não é interessante muita gente parar esses carros caíram pedaço né caindo os pedaços é mais fácil parar o carro Ah e vê se tem alguma irregularidade qualquer para achar a calo e eventualmente conseguiu algum tipo de

cervejinha então eu faço essa comparação porque vai fiscalização via de regra em lugares também de bacana como dizem né onde a construção e Construções irregulares para poder é muitas vezes ali o fiscal eventualmente montallo ou é cobrar alguma coisa por fora agora esse cara fica falando ainda dessa questão de liberação de recursos pelo Governo Federal pelo governo estadual também para as ocorrências municípios mais fragilizadas por

causa dos temporais é importante ressaltar também o processo que é preciso seguir ser respeitado para que esses recursos cheguem até essas prefeituras né além dessa visita dos ministros e do presidente a grande recife de domingo p ara segunda essa solicitação de verba deve partir dos prefeitos que devem discorrer sobre essa situação e diante disso aí sim esses recursos é isso ajudaria também nesse processo de fiscalização é sem dúvida

Lívia nós temos o Ministério do Desenvolvimento Regional a um ministério que na verdade atua em todo o país e precisa altamente respeitar as peculiaridades de cada região mas eu queria que fazer um paralelo no se guinte sentido nós precisamos quando acontece essas stranger is e os repasses de quem tem dinheiro para quem não tem dinheiro é só que nós precisamos repactuar as Finanças do pacto federativo porque pense bem de cada

sem reais de tributos ciclo na União roupas estados quinze por cento para os municípios Então se o município eventualmente tivesse um pouco mais dessa receita essa repartição da receita tributár ia poderíamos não ter ou poderíamos também exigir que essas coisas não acontecessem mais exemplo ficaria a cargo dos Municípios e não do estado da União aqui em tentação Por que o Google município não tem como cúmplice por cento

da repartição das receitas fazer casa popular aos montes aí a distância aumenta quem é que faz a casa popular o governo federal o governo estadual mas o presidente não sabe o que está acon tecendo na esquina o governador não sabe o que está acontecendo na escola todas precisaríamos pensar que o prefeito que faz as coisas e quando você aumenta arrecadação aumenta a repartição dos tributos para as prefeituras o dinheiro vai

chegar mais rápido e nós poderemos cobrar mais dos prefeitos que terão mais condições de fazer as coisas na cidade onde ele está próximo da população

Bolsonaro critica politização da tragédia em Recife

91 mortos, 26 desaparecidos, mais de 4 mil desabrigados e ao menos 12 pontos de deslizamento em todo o estado de Pernambuco. Festas juninas serão suspensas no estado. Alfredo Scaff, Roberto Motta e Rodrigo Constantino analisam. Baixe o app Panflix: https://www.panflix.com.br/ Baixe o AppNews Jovem Pan na Google Play https://bit.ly/2KRm8OJ Baixe o AppNews Jovem Pan na App Store https://apple.co/3rSwBdh Inscreva-se no nosso canal: https://www.youtube.com/c/jovempannews Entre no nosso site: http://jovempan.com.br/ Facebook: https://www.facebook.com/jovempannews Siga no Twitter: https://twitter.com/JovemPanNews Instagram: https://www.instagram.com/jovempannews/ #JovemPan MOSTRAR MAIS

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem