Eleições: Centrão se tornou sequestrador dos governos e foi fortalecido por Bolsonaro, diz Boulos

Eleições: Centrão se tornou sequestrador dos governos e foi

Eleições: Centrão se tornou sequestrador dos governos e foi fortalecido por Bolsonaro, diz Boulos



0:00 e o risco de os então chegar mais forte 0:03 no próximo congresso é muito grande e 0:05 esse risco é potencializado pelo uso do 0:08 orçamento você mesmo disse Face a o que 0:12 intelista ali na base eleitoral o 0:14 partido vai para o bolso outra parte vai 0:16 para pequenas obras isso potencializa a 0:18 capacidade de reeleição desses 0:20 parlamentares e eu queria lembrar você e 0:23 essa perversão do orçamento secreto ela 0:27 tem as suas raízes no mensalão no 0:29 petrolão que de certo

modo foi também o 0:32 aviltamento regras democráticas porque 0:35 na prática se comprou apoio legislativo 0:37 né então eu lhe pergunto se você já teve 0:40 esse tipo de conversa internamente como 0:44 fará um governo eventual governo do Lula 0:46 para lidar com este congresso viciado 0:49 sem incorrer nesses erros de transformar 0:53 a fisiologia uma política de governo 0:55 vocês conversam sobre isso 0:57 o Olá Josias é vou começar a responder 1:01 nessa segunda e depois pela

primeira 1:03 sobre o risco de aumento da bancada do 1:06 Central 1:07 primeiro é óbvio que o orçamento secreto 1:11 não é uma linha uma nuvem de trovão no 1:16 céu de brigadeiro ele tem raízes 1:19 inclusive se a gente for buscar mais lá 1:21 atrás para além dos exemplos que você 1:22 citou na compra de votos para a 1:24 reeleição de Fernando Henrique Cardoso 1:25 em 1:26 1997 é em esquemas de corrupção 1:30 histórico do centrão que vamos falar o 1:33 português Claro est eve em todos

os 1:37 governos desde a redemocratização 1:38 Central tava na constituinte de 88 1:42 diferença que a linha não centrão 1:44 comemos mais mais civilizado e mais 1:47 politizado - fisiológico é qual é qual 1:51 que eu acho que é diferença daqueles 1:53 entram para o centrão que o Eduardo 1:56 Cunha em em 1:58 2015 ali tem um salto qualitativo 2:02 e que o bolsonaro depois 2:05 fortalece com um orçamento Secreto o 2:09 centrão deixou de ser uma base para a 2:12 governabilidade e se tornou

sequestrador 2:15 dos governos né então é aí tem uma 2:20 mudança qualitativa 2:22 eu sou a favor e o meu partido é a favor 2:25 de uma reforma política profunda Josi 2:27 mas não vamos conseguir mudar o modelo 2:29 de governabilidade do Brasil sem uma 2:31 reforma política nós temos um modelo 2:33 viciado a Nova República tá na lona o 2:37 sistema de pesos e contrapesos e é 2:40 formado na construção de 88 falhou e e 2:43 nós precisamos ter uma re forma que passa 2:46 inclusive por aumento de

canais de 2:49 Participação Popular para que a 2:51 governabilidade não seja o assunto 2:53 apenas da Praça dos Três Poderes que ela 2:55 seja o assunto da sociedade o passe do 2:58 meu ponto de vista por mudança no 3:01 sistema de voto eu eu acredito que o a 3:05 melhor forma é para o Parlamento voto em 3:08 lista fechada porque você politiza voto 3:11 é hoje hoje Eu voto parlamentar ele é 3:14 profundamente personalize despolitizado 3 :17 ele é pautado pelo clientelismo no voto 3:20 em lista

partidária fechada você vota no 3:23 um projeto e não um candidato por isso 3:26 simplesmente é tua favor inclusive de 3:30 regras mais determinadas peça relação 3:33 promíscua entre público e privado desde 3:36 o financiamento das eleições que 3:39 lamentavelmente mesmo é com os avanços 3:41 que aconteceram continua tendo problema 3:43 se trocou o CNPJ pelo CPF até a porta 3:49 giratória é de pessoas que defendem 3:51 Lopes interesses privados ocupando esses 3:54 cargos no poder público existe

um debate 3:56 mais profundo de reforma e nós temos 3:58 debate agora esse debate passa tudo 4:00 mobilização da sociedade porque o 4:03 congresso Ou pelo menos enquanto o 4:05 congresso tiver essa cara ele não vai 4:07 abrir mão com seus próprios privilégios 4:08 agora eu acredito Josias que é possível 4:13 é você apesar de todo o orçamento 4:17 secreto reduzir o poder central e te 4:21 digo porquê 4:22 2022 não é 2018 a ao campo Progressista 4:27 tem uma bancada de em torno de 130 4:30 eleito

em 2018 numa eleição pautada pelo 4:33 antipetismo pela anti-esquerda pela 4:36 anti-política né então 2022 Você tem o 4:40 Lula como possibilidade de ganhar até no 4:43 primeiro turno você tem um antes 4:45 bolsonarista dado tônica você tem 4:48 figuras de esquerda como é o nosso caso 4:50 aqui em São Paulo mas de outras pessoas 4:52 aqui pelo país como puxadores de voto de 4:56 bancadas Progressista bom então eu eu 4:59 acredito que nós podemos ampliar a 5:02 bancada de esquerda apesar de toda

a 5:05 farra do orçamento secreto dos então 5:08 acredito nisso e vou trabalhar 5:11 assiduamente para isso é evidente que 5:14 você tem uma maioria parlamentar isso 5:16 nunca aconteceu desde a redemocratização 5:18 O que é diário mostra inclusive as 5:22 falhas o nosso sistema né ah o quanto 5:25 ele é que nem tenista para o voto 5:26 parlamentar a esquerda já ganhou eleição 5:28 preside ncial quatro vezes e nunca passou 5:31 perto de ter maioria no Congresso porque 5:33 esse voto é

personalizado é e não 5:36 politizado agora eu acho que se a gente 5:40 a gente tem todas as condições de 5:41 aumentar isso e ter números para pelo 5:44 menos evitar maiorias qualificadas do 5:46 lado de lá porque o centrão opera 5:48 Eduardo Cunha exemplo disso O Central 5:51 opera sempre por faca no pescoço do 5:53 impeachment e nós conseguimos um número 5:56 suficiente quem em condições de operar 5:59 dessa forma nós 6:02 fazemos um a negociação política ela se 6:05 dá em outros termos pela

cidade de outra 6:07 maneira eu acho que eu espero que a 6:08 gente tem 2023 Aliás hoje você tá na 6:11 hora uma reportagem do Jornal Folha de 6:13 São Paulo falou sobre os puxadores de 6:14 voto em São Paulo né junto com Eduardo 6:17 bolsonaro Carla Zambelli Tábata Amaral 6:19 você acha que você consegue levar 6:21 quantas pessoas com você lá na Câmara 6:24 deve de ve fazer o quantas cadeiras 6:27 sabe o meu não me arrisco a dizer isso 6:30 até porque eu vou te dizer esse negócio 6:34 de ao bolo

tá eleito já isso isso dá um 6:39 azar danado 6:40 sabe é sim voto ninguém tem voto até o 6:46 dia dois de outubro as 8 horas da manhã 6:48 quando abri o colégio eleitoral que as 6:50 pessoas começam a votar eu tô ralando 6:53 nessa semana vou tá em Araraquara em São 6:56 Carlos e Rio Claro na semana passada 6:59 tive em Avaré e Botucatu tô rodando o 7:0 3 estado de São Paulo podendo as 7:04 comunidades para conversar com muita 7:06 gente para escutar muita gente para 7:08 poder ter uma votação

que me permita tá 7:10 em Brasília e inclusive ajudar a ampliar 7:12 Nossa bancada mas eu não não me arrisco 7:16 a dizer é que ampliação seria essa 7:19 perspectiva de bolas mudam um pouco 7:22 discurso da sua última conversa comigo 7:24 aqui né porque você falou eu eu faço um 7:27 desafio a Eduardo bolsonaro quem vai ser 7:29 o mais votado a Deus que é o mais votado 7:32 do estado você me falou aqui não te 7:36 falei e repito de novo você inclusive 7:39 foi botou desafio no ar e o repito

de 7:43 novo que o Bananinha fugiu do desafio 7:45 igual o diabo foge da Cruz aliás igual a 7:48 família dele foge do debate há muito 7:50 tempo pai dele não foi nenhum o irmão 7:53 dele desmaiou em debate lá no Rio de 7:55 Janeiro quando era candidato e 7:58 reafirmo debate a Guarani a Claro mas 8:01 não podemos deixar péssimo pa ra o estado 8:03 de São Paulo deixar que o Bananinha seja 8:07 o deputado mais votado do Brasil como 8:09 foi da última vez é uma mensagem muito 8:11 ruim para o país

simbolicamente 8:14 inclusive para a bolsa lógico que eu 8:17 quero ser o mais votado desafio ele o 8:19 que eu tô só ponderando aqui aqui voto 8:23 não se estende Vesta chegar e dizer eu 8:25 vou ter tanto só que não sei o quê isso 8:27 isso eu acho que vai batendo que ver pé 8:30 no chão e sandália dá uma Português (

Eleições: Centrão se tornou sequestrador dos governos e foi fortalecido por Bolsonaro, diz Boulos

Eleições 2022: Em entrevista ao UOL News, o líder do MTST e pré-candidato à Câmara dos Deputados, Guilherme Boulos (PSOL), fala sobre o chamado 'orçamento secreto' criado durante o governo do presidente Jair Bolsonaro #UOLNews ------------------------- Bem-vindo ao Canal UOL! Acompanhe a programação ao vivo e todos os conteúdos com as principais notícias do dia, opinião de colunistas e entrevistas exclusivas sobre os temas mais importantes do momento. ** INSCREVA-SE NO CANAL E ATIVE AS NOTIFICAÇÕES: http://bit.ly/2xolCQ2 MOSTRAR MAIS

fortalecido por Bolsonaro, diz Boulos

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem