Neymar marcou dois gols no amistoso da Ásia na vitória do Brasil sobre a fraca Coreia do Sul


 A seleção brasileira derrotou a Coreia do Sul por 5 a 1 em amistoso pela Copa do Catar, em Seul, nesta quinta-feira, em sua primeira expedição na Ásia. Neymar se recuperou do chute do dia anterior e foi um dos destaques do dia anterior. A partida marcou dois gols de pênalti. Ambos foram um dos melhores jogos da seleção e Alex Sandro estava sofrendo. Richarlison, Coutinho e Gabriel Jesus marcaram outros gols brasileiros. Danilo do Palmeiras foi afastado do relacionamento e nem estava sentado no banco. 

A seleção brasileira voltará a campo na próxima segunda-feira, 13, às 7h20 (horário do Brasil) após uma viagem pela Ásia para jogar contra o Japão em Tóquio. Após a promessa da data da FIFA, o Brasil enfrentará a Argentina no calendário de setembro. Este é um jogo que foi interrompido na qualificação. No entanto, a CBF ainda busca pontos no jogo que alegam irregularidades por parte da Comissão Argentina. 

O Brasil começou bem antes do previsto e já balançou a rede em menos de dois minutos. Rafinha cobrou falta da lateral esquerda e Thiago Silva abriu a vantagem, mas o árbitro sinalizou impedimento. Aos 6, Alex Sandro fez boa jogada para o canto inferior esquerdo e jogou por baixo, Fred marcou e Richarlison o afastou da rede. Antes mesmo de mirar o gol nos primeiros minutos, a escolha contou com pontuações altas, roubando muitas bolas no campo oposto e uma rápida inversão de jogo. 

Neymar não duvidou que se recuperou da pancada no pé. O menos centralizado Jersey 10 teve um início participativo e combinou bem com Paquetá no desenho teatral da esquerda. Enquanto a instável Coreia do Sul cometeu muitos erros de saída, a escolha manteve um bom ritmo até o meio do primeiro tempo. Dominantemente, a equipe de Tite começou a desacelerar e a Coreia do Sul respirou fundo. Hwang Ui-jo, uma das poucas chegadas do time asiático, mostrou sua habilidade em um giro com Thiago Silva e bateu forte para manter os 30. 

Presa simples, a Coreia do Sul não teve medo no segundo tempo. Mesmo que o Brasil tenha baixado a marca, a seleção sul-coreana não ameaçou o gol de Weverton, deixando bastante espaço para o ataque do Brasil, liderado principalmente por Neymar. Como uma das melhores oportunidades, o craque Rafinha deu um passe para ficar com o primeiro lugar e acertou a trave. Aos poucos, Tite descansou o goleiro e começou a testar em equipe. Logo começou a fazer efeito. Vini Jr. chutou a falta de Neymar para a esquerda e acertou a trave em uma de suas primeiras chances.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem