Esposa estrangulou o marido até a morte e gravou tudo para a amante


 Charlotte Dootson, 25, foi condenada à prisão perpétua em Manchester, na Inglaterra, depois de confessar que amarrou com cabos elétricos, estrangulou e matou o marido, Mohammed Mukhtar, 53, enquanto enviava fotos para o amante. O caso aconteceu em agosto de 2021. Equipes de resgate encontraram o homem morto em sua casa. 

Charlotte e seu namorado estavam juntos há uma semana e em resposta às fotos que recebeu, ele brincou sobre a situação. "Espero que você não faça isso comigo", escreveu ele. "Eu nunca vou amarrar você", respondeu a mulher. Alaric Bassano, o promotor do caso, disse que ela se divertiu com a situação de seu ex-parceiro e que, durante seu relacionamento de quatro anos, ela atacou Mukhtar com uma arma e uma faca. Esta não é a primeira vez que Charlotte é presa. 

Durante a sentença, o advogado da mulher alega que ela sofria de problemas mentais relacionados ao trauma que sofreu quando jovem e, em sua confissão, descreve o marido como um homem gentil e vulnerável. A irmã de Mukhtar, Fozia, disse que a família nunca poderia perdoar Charlotte. Ela também chamou seu irmão de "uma pessoa tímida e quieta que nunca machucaria ninguém". Mesmo com prisão perpétua, ela pode reduzir sua pena, porém, passará pelo menos 22 anos e meio de prisão.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem